Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Taxistas estimam reunir tantos carros quantos os do protesto de abril de 2015

  • 333

José Caria

“Devem ter vindo cerca de 500 táxis fora da Grande Lisboa. Há colegas do Algarve e do Porto. E vieram alguns colegas de Espanha, em solidariedade connosco”, estima José Domingos, diretor da ANTRAL

Micael Pereira

Micael Pereira

(texto)

Jornalista

José Caria

José Caria

(foto)

Fotojornalista

A marcha lenta de táxis saiu do Parque das Nações poucos minutos depois das 9h da manhã desta segunda-feira, em direção à Praça José Queiroz e daí para a Avenida de Berlim, Rotunda do Relógio, Avenidas Gago Coutinho e Avenida Estados Unidos da América.

José Domingos, diretor da ANTRAL (Associação Nacional de Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros), estima que estejam concentrados cerca de cinco mil táxis, tanto como na última concentração de protesto, a 29 de abril de 2015: “Devem ter vindo cerca de 500 táxis fora da Grande Lisboa. Há colegas do Algarve e do Porto. E vieram alguns colegas de Espanha, em solidariedade connosco.”

O protesto desta segunda-feira tem como principal reivindicação a necessidade de o Governo impor regras mais exigentes às plataformas como a Uber e a Cabify, que oferecem serviços online de transporte em carros privados e que as empresas de táxi consideram estarem a fazer concorrência desleal.