Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Às voltas na nova Aveiro

  • 333

SALINAS. A transformação de antigas marinha de extração de sal em piscina onde se flutua como no Mar Morto é um dos projetos inovadores em Aveiro

rui duarte silva

Isabel Paulo

Isabel Paulo

Jornalista

A capital da Arte Nova reinventou-se sem perder o melhor da sua tradição. Para além dos ovos moles, dos moliceiros que cruzam a ria ou dos incontornável bacalhau, à volta do canal multiplicam-se lojas, galerias e restaurantes de novo tipo. Sugestão de cinco espaços para redescobrir a Veneza portuguesa

Regresso aos anos 20

d.r.

Visitar Aveiro e não percorrer o circuito Arte Nova é heresia quase sem perdão. Com partida do Museu de Arte Nova, o roteiro de versão curta contempla 10 edifícios classificados, enquanto o integral percorre 28 belos exemplares do estilo arquitetónico e das artes decorativas que marcou a passagem do século XIX para o século XX. O circuito orientado por técnicos do museu custa €1.50 por pessoa, €1 para grupos escolares e gratuito para quem optar por audio-guia (caução de €10 devolvida na final do percurso). No primeiro piso do museu inaugurado em 2012 funciona o Centro Interpretativo e de exposição Art Nouveaux e no segundo rodam as mostras temporário. À entrada, o salão de chá e a sala da pianola, recriações dos anos 20 são de paragem obrigatória.

MUSEU DE ARTE NOVA
Rua Barbosa de Magalhães, 9 - 11. Tel 234 406 485. Terça a sexta das 9h30/12h30; Sábado e domingo 14h/18

Uma loja três em um

d.r.

É cafetaria, loja de iguarias tradicionais da cidade e operador turístico. No Zeca, tudo o que se prova indoor pode-se levar para casa, dos ovos moles às raivas, do premiado licor de Aveiro às cervejas artesanais ou as conservas de sardinhas e enguias. Numa loja plural, não faltam brinquedos de madeira pintados à mão e cerâmicas, produtos de cosmética feitos à base do famoso sal de Aveiro e bijutaria inspirada nos azulejos típicos da região. Além disso, aqui organizam-se passeios pedestres e passeios de moliceiro, por canais, salinas e ao Bairro da Beira Mar, o mais antigo bairro dos pescadores locais, enquanto se contam as histórias mais marcantes da cidade. Os passeios custam entre €3,50 a € 13, incluindo este volta de moliceiro na ria, visita às salinas e ao bairro, e ainda prova de iguarias locais no regresso à loja.

ZECA
Largo da Apresentação, 1. Tel . 964 497 240. Segunda a domingo 10h/20h

Banho de sal e outras terapias

rui duarte silva

Os tanques de extração de sal da antiga marinha Grã Caravela ganharam nova vocação, sem abdicar do sabor a sal. Pela mão da empresa Cale do Oiro, a salina virou piscina salgada (€2), onde se flutua como no Mar Morto, e um spa de esfoliações e tratamentos, esplanada de apoio aos banhistas e venda de produtos de cosmética e cozinha salínicos. A piscina e o spa salínico inaugurados este verão vão continuar a funcionar no outono sempre que o tempo o permitir, mas para além da zona de banhos, a Cale do Oiro Suite Residence, alojamento com 23 quartos duplos, disponibiliza durante todo o ano massagens de relaxamento (€15 a €30) e Ritual Salinas, que inclui esfoliação e hidratação, disponível de às quartas e domingos.

CALE DO OIRO SALAINAS E BANHOS SALGADOS
Marinhas da Grã-Caravela Peijota, Canal das Pirâmides. Tel 915 661 480. Segunda a domingo 10/19h

Variações do rei dos peixes

d.r.

Situado em dois antigos armazéns de sal com vista para a ria, a estrela do Sal Poente é o bacalhau em diferentes variações. Na cozinha criativa de inspiração portuguesa impera Duarte Eira e o seu bacalhau com vieira e risotto de sapateira, ex-libris do restaurante. Outros pratos em destaque na ementa são o bacalhau passado por tinta de choco, o arroz de peixe e gambas ou a garoupa com tapioca de camarão e caviar de arenque fumado. Nas carnes, a vazia maturada" é uma das apostas clássicas da casa, tal como os menus de degustação de bacalhau (quatro pratos/€50) ou o surpresa do chefe (seis pratos/€70).

SAL POENTE
Rua Cais de S. Roque, 83, Aveiro. Tel 234 382 674. Todos os dias 12h30/15h e 19h30/22h30

O triunfo do vintage

No primeiro andar do edifício 7 do roteiro Arte Nova, o tempo volta para trás numa viagem imaginária aos anos 50 a 80. Na loja da Ana e Margarida só entram artigos vintage, cada um capaz de contar uma história única. Selecionados a dedo, aqui encontra mobiliário de design nórdico, candeeiros de época, objetos de decoração, acessórios de moda de outras épocas, como carteiras e malas de viagem, bijuteria de edições limitadas, gira-discos e telefones, e muitos 'trapinhos' para quem não gosta de vestir mais do mesmo.

PORTA VERDE
Rua João Mendonça, 7. Tel 914 995 614. Terça a sábado 11h/19h