Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Último militar do Curso de Comandos internado já teve alta

  • 333

Gonçalo Rosa Silva

Exército informa que o militar que se encontrava no Hospital das Forças Armadas registou melhorias

O militar que se encontrava internado no Serviço de Medicina do Hospital das Forças Armadas, em Lisboa, já teve alta. A informação foi confirmada pelo Exército em comunicado enviado às redações esta sexta-feira à tarde. Este era o último dos militares do 127º Curso de Comando que continuava hospitalizado.

Segundo a mesma nota, nos últimos dias o militar registou melhorias”.

Na sequência do treino do 127.º Curso de Comandos na região de Alcochete, no distrito de Setúbal, que decorreu no dia 4 de setembro, dois militares morreram, Hugo Abreu e Dylan da Silva, e vários outros receberam assistência hospitalar.

A ocorrência, que chegou a motivar a suspensão temporária do curso, levou o Ministério Público e a Polícia Judiciária a investigarem o caso.

No começo da semana, o Exército informou que mais de metade dos militares deste curso desistiu ou foi eliminado. Dos 67 formandos que iniciaram a instrução, prosseguem apenas 30.

“Informa-se que, aos 17 militares (1 Oficial, 4 Sargentos e 12 Soldados) do 127º Curso de Comandos que desistiram até 15 de setembro de 2016, cuja informação já tinha sido veiculada, desistiram mais 9 militares (1 Oficial e 8 Soldados) e foram eliminados 9 militares (1 Oficial e 8 Soldados)”, esclareceu o Exército em comunicado para as redações na última segunda-feira.