Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Troca de tiros no Porto Alto. Um civil morto e um GNR ferido

  • 333

Troca de tiros aconteceu na sequência de uma perseguição iniciada cerca das 10h na ponte Vasco da Gama, em Lisboa, quando três indivíduos que seguiam numa viatura desobedeceram a uma ordem de paragem

Um homem que era perseguido pela GNR morreu esta sexta-feira, no Porto Alto (Benavente), na sequência de uma troca de tiros com os militares, depois de um destes ter sido baleado num braço, disse à Lusa fonte policial.

Pedro Reis, oficial de Relações Públicas do Comando Territorial de Santarém da Guarda Nacional Republicana (GNR), disse à Lusa que a troca de tiros aconteceu na sequência de uma perseguição iniciada cerca das 10:00 na ponte Vasco da Gama, em Lisboa, quando três indivíduos que seguiam numa viatura desobedeceram a uma ordem de paragem.

A viatura acabou por se despistar no Porto Alto, no concelho de Benavente, no distrito de Santarém, tendo um dos homens saído do carro e disparado em direção aos militares, ferindo um deles no braço, afirmou.

Na resposta, o homem foi baleado, acabando por morrer no local, disse a fonte.

Os outros dois indivíduos puseram-se em fuga, tendo sido um deles capturado e suspeitando-se que o outro se encontre barricado num café situado junto a um hipermercado no Porto Alto, tendo a zona sido evacuada, disse a fonte.

O porta-voz da GNR afirmou não haver a certeza de que o homem esteja barricado e que se desconhece igualmente se existe alguém no interior do café.

As forças no local estão a ser reforçadas com elementos da Unidade de Intervenção da GNR, nomeadamente do Grupo de Operações Especiais e uma equipa de negociadores, disse.