Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Sobram cinco vagas para os cursos superiores de Medicina

  • 333

Carl Court / Getty Images

Como é hábito, a lista de lugares disponíveis para a 2ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior foi atualizada e várias formações que já estavam esgotadas na 1ª fase ainda apresentam vagas

Milhares de alunos que tinham garantido a sua entrada num curso superior acabaram por não se matricular, juntando mais quase cinco mil vagas disponíveis às oito mil já conhecidas. Estas mudanças de opções acontecem todos os anos e fazem com que cursos tradicionalmente esgotados na 1ª fase do concurso acabem depois por ainda apresentar alguma vaga.

No caso de Medicina, acontece com as universidades do Minho (uma vaga disponível) e com a Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (quatro vagas ainda a concurso).

Qualquer aluno que já tenha entregue a sua candidatura à 2ª fase do concurso pode, perante esta atualização da lista, alterar as suas opções. Desde que o faça até à próxima sexta-feira (dia 23).

São muitos os cursos que passaram a ter lugares vagos. Na concorrida área da Saúde é possível ainda entrar em Medicina Veterinária, Medicina Dentária ou Enfermagem nas escolas superiores de Lisboa, Porto e Coimbra, que à partida estariam lotadas.Ou em qualquer curso do ISCTE, que também tinha esgotado aquando a divulgação dos alunos colocados na 1ª fase.

Mas há outras opções: desde os cursos de Economia e Gestão, passando por Arquitetura, Ciências da Comunicação até ao Direito. A lista das quase 13 mil vagas – quase nove mil no politécnicos e quatro mil nas universidades – está aqui.

Os resultados da 2ª fase do concurso são depois conhecidos a 29 de setembro.

Há três anos que o número de colocados no ensino superior aumenta e na 1ª fase do concurso nacional de acesso já tinham garantido um lugar 42.958 alunos.