Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Conselho adia análise a entrevista de Carlos Alexandre

  • 333

CARLOS ALEXANDRE. Expresso publica este sábado grande entrevista ao superjuiz

marcos borga

Órgão de disciplina dos juízes vai esperar por decisão sobre incidente de suspeição levantado pela defesa de Sócrates.

Rui Gustavo

Rui Gustavo

Editor de Sociedade

O Conselho Superior da Magistratura decidiu adiar a análise à entrevista que o juiz Carlos Alexandre deu à SIC. Tudo porque a defesa de José Sócrates levantou um incidente de suspeição contra o juiz e apesar de considerar que "a apreciação que cabe ao CSM não se confunde com aquela que é pedida ao Tribunal da Relação", o conselho entende que "a coincidência temporal de uma e de outra é suscetível de prejudicar a perceção pública da cabal distinção destes planos".

Por isso, "o CSM difere a análise da entrevista para momento posterior à decisão pelo Tribunal da Relação do referido incidente, retirando tal ponto da tabela da sessão plenária de 27 de setembro".

O Conselho Superior da Magistratura é o órgão de discplina dos juízes e, se considerasse que Carlos Alexandre violou o dever de reserva, poderia abrir um inquérito ou mesmo um processo disciplinar e aplicar-lhe uma pena, que pode ir da advertência à suspensão. O Tribunal da Relação, se considerar que há motivo "grave e sério" para duvidar da imparcialidade do juiz", pode afastá-lo do processo.

Na semana passada, Carlos Alexandre, que é o juiz de instrução do processo que envolve José Sócrates, declarou na entrevista à SIC que tinha de trabalhar porque não tinha "amigos pródigos" o que foi entendido pela defesa do ex-primeiro-ministro como uma "indireta".

Este sábado o juiz dá uma grande entrevista ao Expresso.