Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Jovem agredido em Ponte de Sor já teve alta

  • 333

Ruben Cavaco, 15 anos, ficou em estado muito grave - médicos tiveram de colocá-lo em coma induzido. Filhos do embaixador do Iraque confessaram a agressão - Ministério Público quer ouvi-los como arguidos, motivo pelo qual foi pedido o levantamento da imunidade diplomática

Rúben Cavaco teve alta esta sexta-feira de tarde do Hospital de Santa Maria, em Lisboa, e já "foi para casa", confirmou o advogado da família Santana-Maia Leonardo, não avançando se a convalescência será feita na zona de Lisboa, onde vive o pai Jorge Cavaco, ou em Ponte de Sor, com a mãe Vilma Pires. A notícia foi avançada pela RTP.

"Ele fez uma TAC esta manhã e à tarde os médicos foram vê-lo e garantiram que já estava em condições de recuperar fora do hospital. É a natureza dos jovens - esta semana a recuperação foi fantástica", explicou ao Expresso o advogado.

Tudo indica que, com a alta hospitalar, Rúben poderá em breve prestar declarações à Polícia Judiciária sobre as agressões que terá sofrido na noite de 17 de agosto. O interrogatório aos irmãos iraquianos continua dependente da resposta ao pedido de levantamento de imunidade diplomática realizado pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros ao Iraque.

  • Portugal e Iraque reúnem-se em Nova Iorque para resolver caso da imunidade diplomática

    Ministério liderado por Augusto Santos Silva pediu há mais de uma semana o levantamento da imunidade dos filhos do embaixador do Iraque. Até agora não houve resposta, tal como o Expresso Diário já tinha noticiado. MNE emitiu comunicado esta sexta-feira a pedir urgência. Ministério Público quer ouvir como arguidos os filhos do embaixador a propósito das agressões em Ponte de Sor