Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Drone passa a três metros de avião militar

  • 333

A ocorrência foi registada quando a aeronave da Força Aérea Portuguesa estava quase a terminar a aterragem na pista 35 de Lisboa

Às 19h50, um avião militar da Força Áerea Portuguesa, CASA (CS9), que aterrou na pista 35 de Lisboa e descolou da base área número quatro da ilha Terceira, nos Açores, reportou aos controladores de trafego aéreo de Lisboa uma quase colisão com um drone. Quando o avião já se encontrava na final para aterrar (quase a tocar com as rodas no chão), o drone passou a cerca de três metros de distância. Este é mais um dos casos registados este ano, 18 até agora, e que estão a preocupar as autoridades aeronáuticas.

Os relatos de pilotos que do cockpit avistam mais do que apenas o céu não são muitos, mas são cada vez mais. Os quatro cruzamentos entre drones e aviões em 2014, aumentaram para sete em 2015 e em 2016 são já seis, quase sempre na área de Lisboa.

Este sábado, o Expresso avançou com o caso de um Boeing 737-800 da Ryanair, com 200 passageiros a bordo que, a 21 de agosto, passou “incrivelmente perto” de um drone. Estava a 1500 metros de altitude, com o céu limpo e a apenas 20 km do destino (aeroporto de Faro). Com a pista à vista e já sintonizados na frequência com os controladores aéreos de Faro, acertavam as últimas indicações para a descida quando o inesperado aconteceu e o sobressalto invadiu o cockpit.

Também em abril, um avião comercial passou 50 metros abaixo de um drone quando vinha de Madrid para a capital e em junho há outra ocorrência em que a separação entre aeronaves com e sem piloto não foi além de 150 metros.

No plano técnico, há quem defenda que as aeronaves não tripuladas devam ter dispositivos que permitam a sua identificação nos radares e pelas restantes aeronaves. Por exemplo, um transponder. O sistema permitiria aos controladores aéreos ‘verem’ os drones e aos aviões comerciais alertarem, de forma sonora, os respetivos pilotos quando a proximidade é demasiada — à semelhança do que acontece com o sensor de estacionamento dos automóveis.

[Notícia corrigida às 21h43]