Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Edifício do governo regional vai realojar vítimas do incêndio da Madeira

  • 333

Incêndios Madeira

FOTO GREGÓRIO CUNHA / EPA

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, vai transformar um prédio urbano do governo regional em apartamentos para realojar famílias afetadas pelos incêndios na ilha

O presidente do Governo Regional da Madeira vai transformar um prédio urbano do governo regional em apartamentos para realojar famílias afetadas pelos incêndios que afetaram o arquipélago na segunda semana de agosto. Miguel Albuquerque fez este anúncio durante uma visita ao imóvel localizado na Boa Nova, na freguesia de Santa Maria Maior, no Funchal.

O prédio será adaptado para dar lugar a seis apartamentos, três de tipologia T0 e três T1. Na ocasião, Miguel Albuquerque manifestou a sua satisfação pela forma como decorreu a segunda reunião de coordenação entre o Governo da República e o Governo Regional, ontem, na sexta-feira no Funchal.

A obra começa em janeiro e deve concluída no verão do próximo ano, representando um investimento do Governo Regional de 180 mil euros.

Fogo fez 157 milhões de prejuízos

Na segunda reunião de coordenação entre o Governo da República e o Governo Regional ocorrida na sexta-feira no Funchal, foi dado a conhecer que a região precisa de 157 milhões de euros para fazer face às consequências dos incêndios que afetaram a Ponta do Sol, Calheta, Santa Cruz e, particularmente, o Funchal, na segunda semana de agosto.

A região já conseguiu financiamento para 62,5 milhões de euros dos 157 milhões que precisa. "Acho que a reunião correu bem mas ainda há coisas a serem resolvidas", disse, numa alusão à criação de um "pacote de exceção" para "aligeirar procedimentos".

Os incêndios que assolaram a Madeira no início de agosto vitimaram três pessoas.