Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Receberam ordem para deixar uma prisão abandonada. Se não o fizerem... serão presos

  • 333

Construída em 1790 e situada na parte norte de Dublin, a antiga prisão apresenta riscos de segurança e de saúde que a tornam imprópria para ser habitada

Luís M. Faria

Jornalista

Dezenas de pessoas que ocuparam uma velha prisão desativada em Dublin correm o risco de ir parar a uma prisão em funcionamento se não cumprirem a ordem judicial que os manda deixar o espaço. É o aviso das autoridades, três dias depois de passar o prazo inicial que lhes foi dado para saírem.

A prisão ocupada, situada na parte norte da cidade, era a antiga cadeia dos devedores (Debtors’ Prison). Foi construída em 1790 e encontrava-se abandonada há muito tempo. A estrutura é em forma de U e tem três andares. Propriedade do Estado, tem estatuto oficial de edifício protegido, mas apresenta riscos de segurança e de saúde que a tornam imprópria para ser habitada.

No domingo, quando passava o prazo, os okupas fizeram um dia aberto. Uma das residentes explicou à imprensa: “É um velho edifício vazio, belo, e muito próximo de onde estávamos antes (…) Não há assim tantos espaços na cidade para onde possamos ir sem pagar”.

Desde que as autoridades começaram a tentar desocupar o espaço, várias pessoas já se foram embora. Entre adultos e crianças, os okupas terão chegado a ser 120 no interior da velha prisão. Procuraram desenvolver atividades (música, teatro, jardinagem) que pudessem justificar a sua permanência ali.

Um dos participantes no dia aberto foi um historiador local, Noel Hughes, que manifestou o desejo de que os okupas possam ficar onde estão. Mas o projeto de transformar a velha prisão num centro criativo parece condenado à partida. Contudo, tal como noutros lugares, as questões sociais envolvidas são complexas e não vão desaparecer.