Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

318 carros atingidos por incêndio no Andanças já foram entregue aos proprietários

  • 333

EDGAR LIBÓRIO/LUSA

Estão ainda pendentes 140 viaturas. A GNR refere haver também casos de automóveis estrangeiros, que “estão ainda a ser identificados”

A maioria dos mais de 450 veículos destruídos ou danificados no incêndio ocorrido no estacionamento do festival "Andanças", em Castelo de Vide, Portalegre, já foi entregue aos proprietários, indicou esta segunda-feira à agência Lusa fonte da GNR.

"Temos 318 viaturas identificadas e entregues aos legítimos proprietários, até segunda-feira de manhã, sendo que uns já resolveram a situação com as seguradoras e outros ainda não, para serem rebocadas, estando ainda pendentes 140 veículos", disse o major Pedro Ribeiro, do Comando Territorial de Portalegre da GNR.

O número de comunicações de lesados, com veículos destruídos totalmente ou parcialmente, era de 455 no domingo, mas a GNR registou, até ao final da manhã de segunda-feira, mais três participações, passando a totalizar 458 as viaturas atingidas pelas chamas.

De acordo com o oficial, as 140 viaturas que estão "pendentes" pertencem a pessoas que "abandonaram" o festival antes de terminar, no domingo, ou que ainda não as foram reclamar.

A GNR referiu haver também casos de viaturas estrangeiras, que "estão ainda a ser identificadas".

"O processo de identificação e entrega de veículos aos proprietários está a decorrer com bastante normalidade. As pessoas têm mostrado alguma calma e têm sido colaborantes", acrescentou.

Quanto às causas do incêndio, ocorrido na quarta-feira à tarde num dos parques de estacionamento do festival "Andanças", o mesmo oficial reiterou que continuam em curso as investigações a cargo da Polícia Judiciária (PJ).

Na sexta-feira, a GNR divulgou que "não há indícios de crime" na origem do fogo.

"A confirmação que nos foi dada pela PJ é que não há indícios de crime na ocorrência do incêndio. Não há indícios de mão criminosa", disse na altura à agência Lusa o oficial de relações públicas do Comando Territorial de Portalegre da GNR, tenente-coronel Carlos Belchior.

A 21.ª edição do "Andanças" - Festival Internacional de Danças Populares, que terminou no domingo, decorreu ao longo de sete dias numa área de 28 hectares nas margens da albufeira de Póvoa e Meadas, no concelho de Castelo de Vide, distrito de Portalegre.

O festival é anualmente promovido pela Pédexumbo - Associação para a Promoção da Música e Dança.