Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Fortes suspeitas de problema elétrico num carro na origem do incêndio no Andanças

  • 333

EDGAR LIBÓRIO/LUSA

PJ e seguradoras estão a analisar as causas do fogo no parque de estacionamento do festival em Castelo de Vide

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

As primeiras horas da investigação às causas do incêndio que esta quarta-feira destruiu mais de 400 veículos no parque de estacionamento que servia o festival Andanças, em Castelo de Vide, indicam que o incêndio terá tido origem numa das viaturas estacionadas no recinto.

"Tudo aponta para que a causa deste incêndio tenha sido um problema elétrico numa das viaturas ali estacionadas”, disse ao Expresso fonte oficial da Polícia Judiciária. O curto-circuito ocorrido nesse carro terá provocado as chamas e a rápida propagação das mesmas pelo parque de estacionamento.

O mesmo responsável salienta, no entanto, que a investigação ainda não está fechada, embora as primeiras impressões pareçam ser conclusivas.

Neste momento, tanto a PJ como as seguradoras continuam no terreno a fazer averiguações. A organização do festival Andanças já garantiu ter um seguro que cobre os danos, que estão também a ser avaliados.

O incêndio que deflagrou na tarde desta quarta-feira obrigou à retirada das cerca de 4000 pessoas que participavam no evento. O fogo não causou danos pessoais, mas destruiu 422 carros, segundo o balanço divulgado pela proteção Civil.