Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

PJ já deteve 18 incendiários este ano

  • 333

BALANÇO Quase quinze mil fogos consumiram 58 mil hectares de terreno desde janeiro

rui duarte silva

Um suspeito de 44 anos foi detido nas últimas horas, por suspeitas de fogo posto no norte do país. É o caso mais recente da Judiciária

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

A Polícia Judiciária já identificou e deteve 18 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal este ano.

O caso mais recente foi detetado no norte do país. A PJ, através da Unidade Local de Investigação Criminal de Vila Real, deteve um homem, suspeito de ter ateado um incêndio em área florestal na localidade de Sedielos, Peso da Régua.

O incêndio deflagrou na tarde de 25 de abril de 2016, colocando em perigo algumas habitações, “que apenas não foram consumidas devido à rápida intervenção de populares e bombeiros”, salienta o comunicado do gabinete de comunicação da Judiciária.

Arderam alguns hectares de pinheiro bravo e mato naquela região, alegadamente por causa deste suspeito.

O detido, com 44 anos de idade, servente da construção civil, vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.