Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Vamos falar de celulite

  • 333

Jamie McCarthy

Quem não tem celulite que ponha a mão no ar. Não há voluntárias? Não se espante. Oito em cada dez mulheres sofre deste problema. E o que pode fazer sobre isso? Quais os tratamentos que funcionam? Guia com tudo o que precisa de saber sobre a malfadada “casca de laranja”

Se fizermos um esforço de memória e pensarmos nas nossas mães e avós, muitas de nós chegarão à (triste) conclusão de que elas não tinham celulite. Podiam ser mais ou menos gordinhas, mas não tinham a chamada "casca de laranja". Nos dias que correm, olhando em volta, vemos meninas bastante jovens já com celulite nas pernas e glúteos. Será uma questão de alimentação? Dos tempos modernos?

1. O que é a celulite?

A celulite é uma bolsa de gordura que se deposita por baixo da derme, causando irregularidades na pele e dando-lhe uma aparência "ondulada". Essa alteração no tecido gorduroso deve-se a uma acumulação de líquidos e toxinas, o que causa a inflamação da pele. O seu nome "científico" é "lipodistrofia ginoide" e aloja-se usualmente nas nádegas e partes posteriores das coxas, embora também possa aparecer na parte de baixo das pernas e até nos braços ou barriga. Não é uma doença, é apenas uma forma natural de o organismo armazenar gordura superficial. Nem as mulheres magras lhe escapam. Hoje, 70% a 80% das mulheres têm celulite. O que se pode fazer?

2. Causas

Genética, má alimentação (em especial alimentos processados, ricos em gorduras e açúcares saturados), fatores hormonais, falta de exercício físico, stress ou tabagismo estão entre as variáveis que contribuem para o desenvolvimento da celulite. E não pense que as celebridades, que passam muito tempo no ginásio e em tratamentos, escapam a este mal geral: cantoras e atrizes como as norte-americanas Rihanna, Alicia Keys, Beyoncé ou Christina Aguilera, e até manequins como Kate Moss, têm celulite (como nós...). Respire de alívio, portanto. E concentre-se no que está ao seu alcance. Em matéria de alimentação, tenha uma rica em fibras (como frutas, legumes e verduras e antioxidantes, muito presentes em frutos vermelhos) e beba muita água para tentar que o corpo elimine as toxinas. Alimentos ricos em ómega 3, como o peixe, os óleos vegetais, a castanha, a linhaça ou as sementes de chia têm um bom poder anti-inflamatório, o que ajuda na redução da celulite. Também a prática de exercício físico é importante, sobretudo para melhorar a circulação sanguínea, ajudar a eliminar os líquidos retidos e as toxinas. Outro hábito desaconselhado (e do qual abusamos) é usar roupa apertada. Leggings, 'jeggings' e todos essas terminações não ajudam à circulação sanguínea ideal.

3. Tratamentos

MESOTERAPIA

Consiste num método invasivo. Funciona com um medicamento injectável, e é particularmente bom para gordura localizada ou nódulos celulíticos. Os fármacos infiltrados são supostos minimizar esses nódulos, tendo ainda um efeito anti-inflamatório e analgésico.

MASSAGEM “MIRACLE TOUCH”

As massagens (de drenagem linfática ou modeladoras) ainda são consideradas um investimento de retorno seguro para combater a celulite

As massagens (de drenagem linfática ou modeladoras) ainda são consideradas um investimento de retorno seguro para combater a celulite

Mark Mainz

Do Brasil, terra de vanguarda em matéria de beleza, surgiu uma massagem que teve sucesso quase imediato: a "miracle touch". Supostamente criada pela brasileira Renata França, mistura a drenagem linfática com massagem modeladora. Com uma hora de duração, a manipulação ativa a circulação da região inflamada, desagrupa as células de gordura, elimina o excesso de líquido que fica entre a pele e o músculo e assim melhora a aparência da pele como um todo. No país do samba, estes tratamentos são muito caros (€300€ por sessão). Por cá, o mesmo método já se pratica há muitos anos, garante a massagista Isabel Pinheiro, que trabalha há 8 anos no espaço Cristina Pinheiro Lda, no Saldanha, em Lisboa. "Os nomes é que vão sendo reinventados", garante. Para Isabel, esta massagem é original dos anos 70 e segue "o método Voder". No seu local de trabalho, vendem-na em packs de 10 por €210 (embora também possa fazer-se massagens de 25 minutos por €30). "Numa primeira massagem pode perder-se facilmente 1 kg na libertação de líquidos retidos", assegura. "Depois, não se perde mais peso, mas o corpo fica modelado". Ali, têm todo o tipo de clientes, de várias idades e estratos sociais. Isabel explica que "cada caso é um caso, mas não há nada como a mão". A massagem consegue resultados excelentes, mas a técnica também é fã da radiofrequência. "Trabalha grandes áreas e a vários níveis. Reduz o volume, produz novo colagénio. Para mim, é o tratamento que produz melhores resultados", diz. Contudo, não esquece o óbvio: "A alimentação é a coisa mais importante. E a segunda é o desporto".

RADIOFREQUÊNCIA

Tratamento estético usado para combater a flacidez do corpo e do rosto, a gordura localizada e a celulite, apresenta resultados duradouros. O aparelho eleva a temperatura da pele e do músculo para cerca de 41ºC, o que contrai o colagénio existente e aumenta a produção de mais fibras de colagénio e elastina. Isto dá mais sustentação e firmeza à pele. A temperatura elevada rompe ainda as membranas das células de gordura, eliminando-a do corpo. Os resultados são visíveis logo após a primeira sessão, embora o resultado seja progressivo. Quantas mais sessões, melhores os resultados.

ACUPUNCTURA

A acupunctura é outro tratamento possível no combate à celulite. As agulhas funcionam como elétrodos

A acupunctura é outro tratamento possível no combate à celulite. As agulhas funcionam como elétrodos

Clínicas Pedro Choy

Nas clínicas de Pedro Choy, a técnica usada para combater a celulite é o método adelgaçante, que utiliza como técnica a biorressonância adipocitária. Esta trata as adiposidades e acumulações de gordura localizada, além da celulite. "As agulhas funcionam como elétrodos, criando um campo elétrico que provoca a alteração do meio intersticial, favorecendo as trocas metabólicas e a lipolise (destruição dos adipócitos), criando as condições para a sua eliminação", explica Anabela Staiss, diretora de departamento de emagrecimento da clínica. Aplicando pares de agulhas no tecido subcutâneo, estas são ligadas a uma corrente específica, o que provoca mudanças fisiológicas a nível dos adipócitos. Seis sessões (a €79,95 ) é o número recomendado para sentir os efeitos do tratamento. A clínica garante que se o objetivo é perder celulite e cms, ao fim destas sessões perdeu-se ¾ da celulite e 4 cms por sessão. Além da sugestão dos pacientes praticarem qigong (sendo o qi a energia vital e o gong a ação de ativar a energia no organismo), a clínica Pedro Choy também assinala as vantagens da fitoterapia, e em especial do creme adelgaçante fu ling gao. O fu ling é uma erva chinesa usada naquela medicina há cerca de 2000 anos e os seus principais efeitos são: eliminar o excesso de água e toxinas da hipoderme, hidratar e tonificar a epiderme, combater a flacidez, estimular a circulação, facilitar a eliminação da gordura dissolvida e melhorar a circulação sanguínea.

MÁQUINAS

A Velashape III, existente em Portugal desde setembro de 2015, usa a ação do calor para passar a radiofrequência a maior profundidade. Aposta no efeito de longo prazo

A Velashape III, existente em Portugal desde setembro de 2015, usa a ação do calor para passar a radiofrequência a maior profundidade. Aposta no efeito de longo prazo

A tendência nos tratamentos para a celulite tem vindo a passar cada vez mais pelas máquinas. Na clínica de Fernando Póvoas usa-se o sistema Vela Shape III desde setembro de 2015. Este atua "na membrana da célula da gordura" e é eficaz tanto no combate à celulite como à flacidez, explica Claudette Cruz, técnica que ali trabalha há 16 anos. "É a máquina da moda", explica, acrescentando também que "há muitas pessoas que vêm à espera de um milagre"…. Esta máquina trabalha com a "ação do calor, que vai até aos 40ºC, 42ºC, consoante o que a cliente aguentar, e "serve para passar a radiofrequência a uma maior profundidade". As sessões, de 40 a 45 mn, trabalham numa zona diferente de 15 em 15 dias, para não causar qualquer tipo de lesão. O plano médio de sessões, para quem tem um grau de celulite "normal", é de 6 a 8, mas a aposta deste tratamento é no "longo prazo", explicam-nos. "Os resultados são visíveis passado algum tempo porque as fibras de colagénio e a elastina (as redes de suporte da pele) são estimuladas e renovam-se a médio prazo." Três meses após a última sessão (cada uma custa €75), deverá ser visível o ponto óptimo do tratamento, "para quem não fizer grandes asneiras alimentares ou de sedentarismo". Após a 4ª sessão, os resultados já se começam a ver. Passado "um ano e meio, ainda conseguirá ver o efeito", garante a técnica. Se quiser chegar ao verão maravilhosa, o ideal será começar a pensar no tratamento no inverno.

DRENAGEM LINFÁTICA

É uma massagem virada para a melhoria da circulação sanguínea e eliminação dos líquidos acumulados nos tecidos. Ajuda também a diminuir pequenos nódulos de gordura aprisionados no tecido. Funciona melhor com estados de celulite iniciais.

ENDERMOLOGIA

Não invasivo, este tratamento foi o primeiro no mundo a ser aprovado nos EUA para a redução da celulite. Melhora e tonifica o tecido conjuntivo, elimina as gorduras localizadas e revitaliza e regenera a pele, o tecido celular subcutâneo e o músculo. Tem efeitos desinfiltrantes, adelgaçantes, anti-inflamatórios, analgésicos e antiedema, pela estimulação da circulação venolinfática. Faz-se por cima de um fato e é composto por um sistema de sucção e dois rolos.