Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

O país está outra vez a arder

  • 333

TIAGO PETINGA/LUSA

Segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil estão ativos 30 incêndios florestais que mobilizam um total de 695 operacionais, 192 viaturas e 11 meios aéreos

Quase 400 bombeiros, apoiados por seis meios aéreos, combatem hoje três incêndios florestais nos distritos da Guarda, Coimbra e Aveiro, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

O fogo que mobiliza mais meios é o que lavra na localidade de Vila Cortês do Mondego, na Guarda, estando a ser combatido por mais de 200 operacionais, 60 viaturas e três meios aéreos, tendo já sido acionados grupos de reforço de Lisboa e de Coimbra, indica a ANPC, na sua página da internet.

O incêndio, que lavra numa zona de mato, começou à 01:14 de hoje e tem duas frentes ativas.

A ANPC adianta que outro incêndio está a lavrar desde as 05:35 na localidade de Palheiros, distrito de Coimbra, e mobiliza 146 operacionais, 42 viaturas e um meio aéreo.

De acordo com a Proteção Civil, este fogo está já em fase de resolução.

Um outro incêndio em povoamento florestal e com uma frente ativa está a lavrar na localidade de Talhadas, concelho de Sever do Vouga, distrito de Aveiro.

Este fogo, que começou às 05:55, está a ser combatido por 60 operacionais, apoiados por 21 meios terrestres e um avião pesado e outro médio.

A ANPC refere que, às 09:40 deste domingo, estavam em curso 30 incêndios florestais que mobilizavam um total de 695 operacionais, 192 viaturas e 11 meios aéreos.