Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Acidente na central termoelétrica do Ribatejo faz três feridos

  • 333

Nuno Botelho

Três trabalhadores sofreram queimaduras este sábado na central da EDP situada no Carregado, que é uma das maiores unidades de produção de eletricidade do país

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

Um acidente este sábado na central termoelétrica do Ribatejo, situada no Carregado e explorada pela EDP, causou ferimentos em três trabalhadores, que foram encaminhados para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Fonte da EDP, que confirmou o sucedido, explicou que o acidente ocorreu junto a uma válvula do sistema de vapor da central, uma unidade que produz eletricidade a partir de um ciclo combinado de vapor e de gás natural.

“Esta manhã decorriam trabalhos de manutenção numa válvula de um circuito de vapor da central termoelétrica do Ribatejo. Ao abrir a válvula houve uma libertação de vapor que atingiu os três trabalhadores da empresa contratada pela EDP para esta tarefa”, explicou ao Expresso fonte oficial da elétrica.

A central do Ribatejo, que tem cerca de 12 anos de vida, funciona com uma potência instalada de 1176 megawatts (MW). É uma das maiores centrais elétricas do país, juntamente com a central a carvão que a EDP explora em Sines.

O Expresso contactou os Bombeiros Voluntários de Alenquer, que acorreram à central do Carregado, mas não foi possível obter mais esclarecimentos sobre o sucedido.

A empresa irá, na sequência do acidente, investigar as circunstâncias exatas em que ocorreu e o que o motivou. “A EDP lamenta o acidente, estando já em curso uma averiguação das condições e causas. A ACT (Autoridade para as Condições do Trabalho) já foi ao local”, informou ainda a empresa.