Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Exames do secundário: piores a Matemática e História, melhores a Física e Biologia

  • 333

Alberto Frias

Ministério já divulgou resultados da primeira fase dos exames do 11º e 12º. Realizaram-se 330 mil provas

Há boas e más notícias em relação às notas nos exames nacionais do secundário deste ano. As duas provas mais concorridas – Português e Matemática A – viram as médias baixar, ainda que estatisticamente de forma pouco ou nada significativa: 0,2 valores em 20 no primeiro caso e oito décimas no segundo.

A variação não foi suficiente para atirar as médias para terreno negativo: a Português ficou nos 10,8 valores, a Matemática nos 11,2. Esta descida teve, no entanto, algum impacto nos chumbos a esta última disciplina e a taxa de reprovação a Matemática para os alunos de ciências aumentou de 11% para 15%.

Do lado das boas notícias há a destacar o salto para a positiva a Biologia e Geologia – de 8,9 para 10,1 valores – e a Física e Química, cuja média dos alunos internos (os que frequentam a escola o ano inteiro) passou de 9,9 para 11,1.

Entre os 14 exames com mais de mil provas realizadas, em apenas um a média ficou abaixo dos 10 valores. Aconteceu com História A, que baixou de 10,7 para 9,5 valores. A variação fez a taxa de reprovação à disciplina (os exames contam 30%) subir para os 14%, tal como acontece com Geometria Descritiva. Pior só a Matemática nos cursos de Ciências e Tecnologias, que regista uma taxa de retenção de 15%.

Nesta primeira fase dos exames realizaram-se 330 mil provas.

[Notícia atualizada às 12h20]