Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

91 mil alunos iniciam a época de exames nacionais

  • 333

Luís Barra

Exame de Português é o primeiro e o que tem mais inscritos. Latim é o que tem menos. O mais difícil, Física e Química, continua a perder estudantes

Depois de vários anos a diminuir, há mais estudantes inscritos nos exames nacionais: ao longo das próximas duas semanas, são 160 mil (mais 2750 que em 2015) a prestar provas e a lutar pelas décimas que lhes permitem concluir o secundário e a construir as médias que lhes podem abrir portas para o curso desejado. A época arranca esta quarta-feira com o exame de Português do 12.º ano, marcado para as 9h30. Obrigatório para todos os alunos dos cursos gerais, é o que conta com mais inscritos: 75.564, segundo os dados do Ministério da Educação.

Mas este não é, tradicionalmente, o exame que mais dificuldades tem causado aos alunos. Com alguns anos de exceção, as médias têm-se mantido na positiva. Tal como Filosofia, marcado para a tarde hoje.

Mais difícil tem sido a prova de Física e Química A (marcada para sexta-feira), com a grande maioria dos alunos a ficar bem abaixo dos 10 valores. Não é possível dizer que seja essa a causa por trás da diminuição de estudantes a optar pelos cursos de Ciências e Tecnologias. Mas é um facto que o número de alunos tem vindo a cair.

Em 2012, entre os inscritos nos exames nacionais do secundário, havia 78.500 de Ciências. Este ano são 74.500. Já os jovens que optam pelas áreas de Línguas e Humanidades ou Ciências Socioeconómicas estão a aumentar.

Esta mudança nas escolhas leva também a que haja menos alunos a realizar outra das provas mais temidas: Matemática A, marcada para a próxima semana.

Nesta contabilidade, o destaque vai ainda para o exame de Latim, mas aqui pelo número muito reduzido de estudantes inscritos. Há cada vez menos a optar por esta disciplina e este ano está batido um novo recorde, com o número a ficar abaixo da meia centena: há apenas 33 matriculados. Há quatro anos eram 150.

Ao todo, e se nenhum aluno faltasse a esta 1ª fase, realizar-se-iam quase 350 mil exames nacionais.