Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Santos populares: as melhores tascas para comer sardinhas assadas

  • 333

d.r.

Lá vai Lisboa com o arquinho e o balão, colorida e animada para celebrar o Santo António. Siga o cheiro da sardinha a assar e faça a festa nos bairros mais tradicionais da capital

Fernando Brandão (texto)

Está a chegar a noite mais longa da capital. O cheiro a manjerico e da sardinha a assar invade as ruas dos bairros tradicionais, misturados com animação e bailaricos. Na noite de Santo António manda a tradição que o caldo verde comece a refeição e que a fatia de broa sirva de cama à sardinha que se quer pequenina e brilhante. E, claro, comida à mão com pimentos e um fio de azeite. Siga as sugestões do Boa Cama Boa Mesa e vá para a rua fazer a festa do santo que também é casamenteiro.

Páteo 13

Como o próprio nome indica, fica na rua a sala deste restaurante, que nesta altura se enche com grupos que procuram celebrar o Santo António. É uma das mais concorridas esplanadas desta zona central das festas, recomendando-se capacidade de espera, uma vez que a fila à procura de uma mesa é longa. A sardinha sai a €7,50 a dose, com 5 exemplares grelhados no carvão. O caldo verde fica por €1,50. As espetadas de carne são alternativa para quem não gosta de peixe e custam €9.

Calçadinha de Santo Estêvão, 13, Lisboa. Tel. 218 882 325

Zé da Mouraria

Antes de entrar, saiba que as doses, por defeito, aqui são generosas, suficientes para duas pessoas. As sardinhas só deixam de constar na ementa quando a lota as deixa de apresentar, e na cozinha são tratadas com mão certeira que as tempera apenas com sal e as deixa alourar na grelha. A dose custa €16,50 com todos os acompanhamentos, mas tem dez sardinhas. Mesmo nos Santos populares não faz Caldo Verde. Aproveite para experimentar o Bacalhau assado com grão (€16,50) que, dizem, tem fama mundial.
Rua João Outeiro, 24, Lisboa. Tel. 218 865 436

Varina da Madragoa

Casa emblemática num dos mais típicos bairros da capital, com mais de 30 anos de portas abertas, nos Santos Populares abre uma esplanada e inclui a sardinha assada com acompanhamentos na carta. Tudo incluído, ou seja, com salada, pimentos, broa e batatas saia a €12,50. O caldo verde faz parte da ementa diária e custa €2,50. Caso prefira algo fora das celebrações, prove o Bacalhau à Varina (€11,50).

Rua das Madres, 34, Lisboa. Tel. 213 965 533

Tasca do Gordo

O pátio interior é o melhor lugar para estar quando o tempo aquece, e nas festas da cidade veste-se a preceito com arcos e balões coloridos. A sardinha sai a grande rotação nesta altura, acompanhada de pimentos, salada e batas. Cada dose custa €7,30 e a unidade fica por uma moeda de €1. Não há caldo verde, mas há, para quem quer ganhar fôlego para aproveitar os festejos, a Dobrada, prato emblemático da casa. A dose fica a €7,60.

Rua Cordoeiros a Pedrouços 33, Lisboa. Tel. 213 012 184

O Tachadas

Com as festas à porta, abre-se para a rua, numa esplanada, este restaurante conhecido pelas costeletas de Novilho (€12), tão grandes que alimentam duas pessoas. Fazem da sardinha presença habitual na carta e servem-na acompanhada de salada e batatas cozidas com a pele. Cada dose tem cinco unidades e custa €7. O caldo verde com a rodela de chouriça clássica fica a €1,20. Atenção que não aceitam reservas, nem nos santos populares nem noutros dias.

Calçada Marquês Abrantes 144, Lisboa. Tel. 213 976 689

Forninho Saloio

Muito perto da mais cosmopolita avenida da capital, a Avenida da Liberdade, este é um espaço onde se respira tradição e no Santo António não vai faltar sempre a assar a sardinha com pimentos. Cada dose leva seis unidades e custa €7,90. O caldo verde faz uma aparição na carta por causa do santo padroeiro e é servido a €1,75. Rivalizam com o bife na tábua, o prato com mais saída, que fica por €14,90.

Travessa das Parreiras 39, Lisboa. Tel. 213 532 195

Horta - Páteo Alfacinha

O restaurante de verão já abriu e além de uma fenomenal vista sobre Lisboa volta a oferecer aquelas que muita gente considera serem as melhores sardinhas da cidade (€11). O ambiente pitoresco e a cozinha à vista tornam este um local perfeito para aproveitar o verão, de preferência em grupo. As propostas de petiscos passam este ano por Pica-Pau de Marisco (€15), Estupeta de Atum (€8,80), ou Bochechas de Porco Preto (€8,50). Termine com os gelados artesanais da Casa do Marquês (€3). Acompanhe a refeição com uma limonada da horta com mel e hortelã, também uma novidade desta carta.

Rua do Guarda Joias, 44, Lisboa. Tel. 213 642 171

Tasca do Papagaio

Junto ao Jardim das Amoreiras, é perfeito para iniciar a noite rumo ao Castelo de São Jorge, longe da confusão. Tem espaço para mais de 100 pessoas e a festa faz-se também no jardim nesta altura do ano. Cada dose tem apenas quatro sardinhas e custa €7,65. Durante o fim de semana prolongado a carta habitual mantém-se e desça-se das propostas as Iscas em vinha d’alhos à Portuguesa que custam €7.

Rua João Penha, 30, Lisboa. Tel. 918 47 0718