Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

“É uma perda para o mundo académico e da comunicação social”

  • 333

Numa nota envida à Lusa, o Presidente da República lamenta a morte do sociólogo Paquete de Oliveira este sábado, aos 79 anos

A morte do sociólogo José Manuel Paquete de Oliveira, este sábado, aos 79 anos, é "uma perda para a comunidade académica e para o mundo da comunicação social portuguesa", afirma o Presidente da República, numa mensagem enviada à Lusa.

Marcelo Rebelo de Sousa "lamenta a morte de José Manuel Paquete de Oliveira", que considera "uma perda para a comunidade académica e para o mundo da comunicação social portuguesa" e recorda que, enquanto Provedor, "foi a voz de leitores e telespectadores". "Paquete de Oliveira deixa um contributo incontornável no jornalismo, na universidade, na investigação relativa aos 'mass media'".

"O Presidente da República associa-se a este momento de tristeza endereçando à família as suas sentidas condolências".

O sociólogo José Manuel Paquete de Oliveira, de 79 anos, morreu hoje no Hospital da Luz, em Lisboa, onde se encontrava internado há dois dias, disse à Lusa fonte próxima da família.
Natural do Funchal, Paquete de Oliveira completaria 80 e era professor emérito do ISCTE -- Instituto Universitário de Lisboa, do qual se jubilara em 2006.

Doutorado em 1989, em Sociologia da Cultura e da Comunicação, através do ISCTE pela Universidade Técnica de Lisboa, entre outras funções, foi provedor do telespetador na RTP.

Atualmente, Paquete de Oliveira era o provedor do leitor do jornal Público.