Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Noiva descobre a sua mãe numa foto de adolescência do noivo

  • 333

As famílias não se conheciam na altura. É uma daquelas coincidências talvez inevitáveis, estatisticamente, num país com tanta gente como a China. Mas não deixa de ser notícia

Luís M. Faria

Jornalista

Uma semana antes de casar, Lu Yiqin, uma chinesa de 25 anos, estava a ver fotografias do noivo em criança e na adolescência. A certa altura, ele chamou-lhe a atenção para uma, dizendo algo como: “Diz lá se eu não era bonito...” Ela olhou, e viu um miúdo magro de ar alegre, em frente a um conhecido monumento com um Buda gigante no centro. O miúdo era claramente Zhang Hedong, em 2000, há mais de década e meia. Ele tinha então 14 anos, e fora de visita à montanha Ling com a família.

Zhang não era a única pessoa na imagem. Atrás dele, viam-se duas mulheres desconhecidas. Uma delas, pelo menos, devia sê-lo, pois Lu, de repente, notou que a outra, a mulher mais próxima, era a sua própria mãe. De casaco vermelho e mala ao ombro, também olhava para a câmara.

A senhora por acaso encontrava-se no apartamento com os noivos aquando da descoberta, e confirmou que tinha realmente ido ao tal monumento em 2000, durante as férias do Ano Novo chinês. “Como é possível?”, espantou-se. “É demasiada coincidência”. Mas por acaso ela tinha guardado os bilhetes da viagem. Os quais confirmaram tudo, documentando um acaso que passa a ficar registado na história das duas famílias.