Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Quina sem emenda aos 85 anos

  • 333

rui duarte silva

A mais idosa carteirista do país voltou a apanhada por furto nas Festas de Junho, em Amarante. Detida para identificação pela GNR, o Ministério Público mandou-a libertar mas, a provar-se a queixa, Joaquina Gonçalves arrisca-se a pena de prisão efetiva

Isabel Paulo

Isabel Paulo

Jornalista

Joaquina Gonçalves, conhecida das autoridades por Quina, a carteirista, ignorou os avisos da juíza de que irá mesmo presa se voltasse a ser apanhada a desviar carteiras. Sábado, nas populares festas de Amarante, a idosa de 85 anos, não terá resistido à tentação e voltou a furtar a carteira a três pessoas.

Segundo o “Correio da Manhã”, Quina, condenada há 10 dias a cinco meses de prisão, com pena suspensa por um ano, foi de autocarro do Porto até Amarante, uma das vítimas de furto apresentou queixa, embora a mulher lesada não tenha conseguido identificar a anciã, já condenada três vezes pelo mesmo crime, sempre com penas suspensas.

A última vez que foi apanhada a furtar foi há um mês no Cortejo Académico da Queima das Fitas, no Porto, tendo a juíza do Tribunal Criminal de Pequena Instância alertado Quina que não haveria contemplações se não se emendasse. “Vai-lhe ser dada uma última oportunidade. Por isso, se voltar a praticar crimes, vai mesmo presa”, referiu a juíza na hora da sentença.

Quina durante o julgamento não manifestou arrependimento, tendo mesmo jurado estar inocente.