Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Quatro sugestões para partir à conquista da montanha

  • 333

Faça da sua bicicleta uma montanha russa de emoções

André Manuel Correia

A prática de exercício físico e a interação com a natureza acumulam adeptos. O BTT alia as duas vertentes e em Portugal estima-se que tenha entre 300 e 400 mil praticantes. Montados nas suas naves a pedal, preparadas para todo o terreno, os praticantes descobrem os mais belos recantos do país, numa fuga vertiginosa ao stresse. Paulo Guerra dos Santos, engenheiro civil de profissão, decidiu criar, em 2010, a plataforma Ecovias de Portugal. Em abril, editou um roteiro, que deu a conhecer ao Expresso, com quatro destinos repletos de adrenalina. Faça da sua bicicleta uma montanha russa de emoções.

Viagem sinuosa entre montanhas

O município de Arouca, localizado no distrito de Aveiro, é um local montanhoso e enquadrado na bacia hidrográfica do Rio Douro, com elevações graníticas de média altitude e alguns afloramentos xistosos. Vários rios nascem e ganham caudal no concelho, sendo o Paiva o mais reconhecido. O seu ponto mais alto situa-se na parte sul, na Serra da Freita, com uns imponentes 1100 metros. Ao longo dos trilhos, os praticantes pedalam em calçada grossa, estradões em macadame, caminhos de pedras, agrícolas ou florestais e têm a oportunidade de visitar aldeias serranas, “bem isoladas da agitação quotidiana das cidades”, lê-se no roteiro. A subir e a descer os diversos vales da região, a altitude pode oscilar entre os 300 e os 1100 metros.

Batalha, partir pedra na serra

O concelho da Batalha distingue-se pelos imponentes maciços calcários localizados a sudeste e que atingem uma elevação de 500 metros. A cidade propriamente dita estende-se pelo vale do Rio Lena, cujas águas nascem no coração do Parque Natural das Serras de Aires e Candeeiros. Percursos agrícolas e trilhos florestais para desbravar em duas rodas, bem como caminhos rochosos e muito pouco asfalto compõem o leque de opções para quem quer “partir pedra”. De preferência em família ou com amigos. Em alguns troços do percurso pode encontrar-se alguma lama, mas nada que impeça a continuação da viagem, mesmo em época de chuva. Para repor as energias, há a possibilidade de parar em cafés ou tascas tradicionais, para ganhar novo fôlego e recarregar baterias.

Gouveia, à conquista da Serra da Estrela

Um par de percursos, de média e grande extensão, levam-no a pedalar por caminhos e estradões em muito bom estado de conservação e limpeza, sempre com a Serra da Estrela no horizonte. Andar pelos trilhos desta região é desfrutar de deslumbrantes panorâmicas de grande amplitude visual, enquanto se passa de forma mais calma ou acelerada por vinhas e zonas pastorícias. Pelos caminhos de terra que circundam a bacia hidrográfica do Rio Mondego encontrará rios, muito granito, algum xisto, rebanhos de ovelhas, cabras a cruzarem-se no caminho e cães pastores atentos à passagem das bicicletas. Estas são algumas das coisas que pode esperar ao aventurar-se nesta região, para além de uma subida até quase 1600 metros. Todos os anos, em cotas superiores a 700 metros de altitude, ocorre queda de neve, que pode levar alguns dias a derreter.

Manteigas, a rota dos dois rios

É nesta localidade, Manteigas, situada no coração da Serra da Estrela, que têm origem dois dos mais extensos rios do nosso país: o Zêzere, que cruza esta vila serrana e nasce no Vale Glaciar, e o Mondego, que tem início a noroeste num vale partilhado com Gouveia. Os trilhos possuem características de alta montanha e permitem grandes vistas para a geologia desta região. O percurso é maioritariamente em terra, podendo encontrar-se igualmente estradões de macadame e caminhos velhos juntos aos rios. Ao longo da jornada, é possível admirar a flora desta zona do país, com passagens por florestas de faias e de pinheiros. Uma rota obrigatória para todos os amantes de ambientes naturais e isolados.

Durante este ano, devem ser também adicionados ao roteiro os municípios de Almeida e Albergaria-a-Velha.

A versão integral, em formato PDF, tem um custo de €10 e pode ser adquirida AQUI