Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Escolas privadas reciclam exames de 4.º e 6.º ano para modalidade digital

  • 333

A ideia foi da Associação dos Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo (Aeep), que pediu ao Instituto de Avaliação Educacional (IAVE) para fazer uma prova, e testou-a esta semana em 43 instituições

Com a chegada do novo Governo ao poder, o ministério da Educação suspendeu os exames de 4º e 6º ano, implementados pelo ex-ministro Nuno Crato, o que para muitos pais e escolas foi um alívio. (Mas não para todos). Ainda assim, algumas escolas do ensino privado pensam ser necessário manter alguma forma avaliação, nem que seja por questões internas, conta o “Público” esta sexta-feira. E talvez a solução seja que estes exames sejam feitos em moldes diferentes: online.

A ideia é da Associação dos Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo (Aeep), que pediu ao Instituto de Avaliação Educacional (IAVE) para fazer uma prova, e testou-a esta semana em 43 instituições. Mais: esta pode não ficar só pelo ensino privado e chegar mesmo às escolas públicas, revelou Hélder de Sousa, presidente do IAVE. “A aplicação seria, numa primeira fase, às provas de aferição”, disse ao “Público”.

Como muitos colégios privados têm apenas um ou dois ciclos de estudos, estes gostariam de perceber como se comportam os seus alunos no final, explica António Sarmento, responsável máximo da Aeep. Devido às provas serem feitas pelo IAVE, trata-se de um “olhar externo”, explicou.

Segundo o “Público”, o ministério da Educação tem conhecimento desta experiência-piloto e vai acompanhá-la. No entanto, salvaguarda que esta “não se confunde com qualquer instrumento de avaliação externa previsto legalmente”, disse a tutela.