Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Descer portagens pode ser um bom negócio para o Estado, diz estudo encomendado por Passos

  • 333

O ministério do Planeamento e Infraestruturas confirmou à “TSF” conhecer este estudo e disse não considerar surpreendente esta conclusão pois após a introdução das portagens o tráfego nessas vias diminuiu de forma significativa.

A princípio pode parecer contraintuitivo, mas é o que um estudo encomendado ainda pelo Governo de Pedro Passos Coelho às infraestruturas de Portugal recomenda: para aumentar os lucros com as portagens das antigas SCUT, o Governo deve descer os preços, conta a “TSF” esta sexta-feira.

De acordo com esse estudo, a que a “TSF” teve acesso, as receitas iriam subir, pois as tarifas mais reduzidas nessas estradas iriam incentivar a um aumento de tráfego.

Este documento terá sido concluído enquanto o executivo PSD/CDS-PP ainda estava no poder, mas as conclusões nunca foram conhecidas nem avançaram, por alguma razão. Entretanto, o Governo de António Costa já anunciou que vai descer as portagens em algumas SCUT neste verão, muitas das quais situadas na zona sul do país, como a Via do Infante.

Segundo os cálculos da “TSF”, juntando os resultados estimados para as sete SCUT que vão ter as suas tarifas reduzidas, revelam que o cenário mais favorável para o Estado aponta para uma descida de 15% nas portagens. Nesse caso, a receita global aumentaria cerca de 22 milhões de euros.

O ministério do Planeamento e Infraestruturas confirmou à “TSF” conhecer este estudo e disse não considerar surpreendente esta conclusão pois após a introdução das portagens o tráfego nessas vias diminuiu de forma significativa.

Neste momento, ainda não se sabe quais serão as novas tarifas ou datas em que entrarão em vigor.