Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Costa é um “angry bird” para a JSD

  • 333

Pedro Cepeda/JSDPorto

Pela segunda vez no espaço de poucas semanas, a JSD ataca o Governo e partidos de esquerda recorrendo à estratégia dos cartazes caricaturais

A propaganda, seja de esquerda ou de direita, tem sempre como objetivo mobilizar apoiantes e chamar à atenção. E a JSD sabe bem isto. Depois de ter retratado Mário Nogueira, líder da Fenprof, como Estaline e Tiago Brandão Rodrigues como uma marioneta, chegou a vez de caricaturar António Costa, Jerónimo de Sousa e Catarina Martins.

“Portugal não é para brincadeiras de esquerda!” é o mote do novo cartaz que a delegação do Porto da JSD, divulgado na terça-feira ao final do dia, em que o primeiro-ministro e respetivos líderes dos partidos de esquerda aparecem retratado como personagens do jogo infantil “Angry Birds”, que chega também agora às salas de cinema como filme, no dia mundial da criança.

“Na vida real, a JSD Distrital do Porto pede a António Costa para acabar com as brincadeiras comandadas pela esquerda, que têm prejudicado Portugal e, em especial, a Região Norte e o Distrito do Porto”, diz o comunicado publicado na página do Facebook da JSD.

Os jovens sociais-democratas do Porto dizem-se preocupados com o “rumo seguido pelo Governo Socialista e com o seu impacto negativo no desenvolvimento económico do país”, em especial na Região Norte, e acusam António Costa de estar a governar “a reboque do cooperativismo de esquerdas”.

Esta é a segunda vez no espaço de poucas semanas que a JSD ataca o Governo e partidos de esquerda recorrendo à estratégia dos cartazes caricaturais. Mário Nogueira está a estudar avançar com um processo na justiça por difamação, devido à forma como foi retratado.