Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Abandonaram o filho para lhe pregar um susto, e depois já não o encontraram

  • 333

Três dias depois, continuam as buscas por um menino japonês de abandonado temporariamente pelos pais numa floresta para o castigar

Luís M. Faria

Jornalista

Continua a busca por Yamato Tanooka, o menino japonês de sete anos cujos pais o abandonaram temporariamente no meio de uma floresta, no passado sábado. Inicialmente, os pais disseram à polícia que tinha havido um desencontro quando a família estava a colher bagas, mas depois admitiram a verdade: foram eles que puseram Yamato fora do carro, como forma de o castigar.

Segundo agora explicam, Yamato tinha estado a atirar pedras a carros e a pessoas umas horas antes. Para o chamarem à razão, puseram-no fora do carro e afastaram-se 500 metros. Infelizmente, quando voltaram ao local onde o tinham deixado ele já não se encontrava lá.

O pai explicou à polícia que teve vergonha de contar a verdade quando pediu ajuda. Assim, inventou a história do desencontro. Mas com a preocupação cada vez maior – Yamato não tem água nem comida, e há ursos na zona – admitiu o que realmente se passou e pediu desculpa.

Com quase três dias já decorridos, as buscas estão a ser expandidas na zona norte de Hokkaido, a segunda maior ilha do país, onde o incidente, se assim se lhe pode chamar, ocorreu.