Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Arte rupestre com mais de 12 mil anos encontrada em Espanha

  • 333

Arqueólogos espanhóis afirmam ter descoberto desenhos rupestres que remontam à era do paleolítico numa região de Espanha que já é conhecida pela grande quantidade de pinturas deste tipo. A descoberta foi feita numa gruta 300 metros abaixo da terra

Sofia Sirigado

Arqueólogos espanhóis afirmam ter descoberto um conjunto excecional de desenhos rupestres da era do Paleolítico. Estima-se que existam pelo menos 70 pinturas que representam animais e que se estendem por aproximadamente 100 metros da gruta. Entendidos na matéria classificam-nos como sendo dos melhores que o país tem e os mais importantes do mundo dentro desta categoria.

Os desenhos foram encontrados 300 metros abaixo da terra, na caverna Atxurra, situada a cerca de 50 km da cidade de Bilbao, no País Basco. Têm mais de 12 mil anos mas apesar de serem uma relíquia da arte rupestre quase ninguém vai poder vê-los uma vez que o acesso à area onde se encontram é muito perigosa e dificilmente poderá ser aberta ao público.

Lorea Bilbao, secretária da cultura da comunidade autónoma do País Basco, afirmou que depois desta descoberta "Atxurra pode ser considerada hoje a gruta com o maior número de gravuras".

Um comunicado emitido pelas autoridades locais refere que "todas as grafias mostram uma notável coerência interna, que pode ser atribuída ao final do Paleolítico Superior". De acordo com as análises iniciais, acredita-se que as pinturas tenham sido feitas num período compreendido entre 12,500 e 14,500 anos atrás.