Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

JS quer cortar remunerações de gestores públicos

  • 333

Marcos Borga

JS quer o fim de salários de gestores que excedam em mais de 20 vezes o salário mais baixo pago na mesma empresa

A Juventude Socialista (JS) vai levar uma proposta ao Congresso do Partido Socialista que prevê o fim de salários de gestores que excedam em mais de 20 vezes “o salário mais baixo pago na mesma empresa”, conta o “Diário de Notícias” esta quarta-feira.

Esta proposta da JS surge após a DECO ter divulgado um estudo sobre a desproporção entre os rendimentos dos gestores e dos trabalhadores, tanto em empresas privadas como em empresas do Estado.

Em declarações ao “DN”, o secretário-geral da Juventude Socialista, João Torres, afirmou que a JS pretende que a medida seja vinculativa para empresas públicas, mas que a “curto prazo sejam instituídas penalizações na contribuição para a Segurança Social” nas empresas privadas.

O Congresso do Partido Socialista está marcado para 3, 4 e 5 de junho, na Feira Internacional de Lisboa (FIL).