Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Nasceu a primeira cria de lince ibérico no Alentejo

  • 333

Jacarandá já tem uma cria. Foi detetada pelas câmaras esta quinta-feira nos campos alentejanos e é a primeira nascida em liberdade no âmbito de reintrodução do lince-ibérico em Portugal. "Um êxito" que o ICNF considera "da maior importância e significado"

Carla Tomás

Carla Tomás

Jornalista

Terá cerca de mês e meio de vida e ainda não se sabe se é fêmea ou macho. A primeira cria de lince-ibérico nascida na natureza em Portugal, em muitos anos, foi detetada pelas câmaras de monitorização do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), esta quinta-feira, no Parque Natural do Vale do Guadiana.

A mãe é Jacarandá, a primeira fêmea solta em conjunto com o macho Katmandú, na Herdade das Romeiras, no âmbito do Programa LIFE+ Iberlince. O "casal" nascido no projeto de reprodução ibérico em cativeiro foi solto inicialmente num cercado na herdade próxima de Mértola, em dezembro de 2014, e desde 1 de fevereiro de 2015 que deambulava livremente pelos montes alentejanos.

"Considera-se este acontecimento como um marco na conservação do lince-ibérico, uma vez que é a primeira reprodução em ambiente natural com êxito comprovado em território nacional desde há décadas", afirma o ICNF em comunicado enviado ao Expresso.

A progenitora, Jacarandá, nasceu em 2012 no Centro Nacional de Reprodução de Lince Ibérico em Silves, filha de Flora e Foco. As câmaras captaram-na a acompanhar a cria com cerca de 45 dias de vida, ensinando-a a dar os primeiros passos na natureza. Presume-se que o pai seja Katmandu, que em tempos foi visto a fazer a corte a Jacarandá. Mas não há certezas.