Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Benfica, Sporting, Sp. Braga e Leiria alvo de buscas

  • 333

As SAD do Benfica, Sporting, Sporting de Braga e União de Leiria estão a ser palco de buscas por parte da Polícia Judiciária, mas o alvo da "Operação Matrioskas" é apenas o clube de Leiria. Em causa está a transferência de jogadores russos deste clube e suspeitas de branqueamento de capitais. Diligências já permitiram a constituição de arguidos

A Polícia Judiciária está a realizar buscas nas SAD do Benfica, Sporting e União de Leiria e nos estádios de futebol do Braga e do Leiria, por suspeitas de branqueamento de capitais e associação criminosa, relacionadas com a transferência de jogadores. O "alvo" é apenas o União de Leiria e não os restantes clubes, apurou o Expresso junto de fonte da PJ. Durante a investigação, que se desenvolve desde o início de 2015, foram detetados grandes movimentos de dinheiro, "em 'cash' e não só", avança a mesma fonte.

A "Operação Matrioskas", conduzida pelo Departamento de Investigação Criminal de Leiria, tem no terreno cerca de uma centena de inspetores, no total de 22 equipas da PJ, entre os quais trinta investigadores da Unidade Nacional de Combate à Corrupção. Participam também na operação um magistrado do Ministério Público, um magistrado judicial e um representante da Ordem dos Advogados.

Em comunicado, a Procuradoria Geral da República esclarece que no âmbito deste inquérito, em investigação no Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), realizam-se atualmente diligências nas zonas de Lisboa, Leiria, Braga e Viseu. Além dos estádios de futebol e das SAD, as buscas abrangem residências particulares, empresas, veículos, escritórios de contabilidade e um escritório de advogados. "Em causa estão suspeitas da prática de factos susceptíveis de integrarem os crimes de fraude fiscal, associação criminosa, branqueamento de capitais, corrupção e falsificação de documentos", avança a PGR.

Também em comunicado, a Polícia Judiciária esclarece que o material de prova encontrado durante as 22 buscas domiciliárias e não domiciliárias realizadas durante a manhã desta terça-feira levou já à constituição de arguidos, singulares e coletivos: "As diligências materializadas nas regiões de Leiria, Lisboa e Braga permitiram apreender material com relevante interesse probatório e subsequente constituição de pessoas individuais e coletivas como arguidas", lê-se no comunicado do DIC de Leiria.

Rukas, Zlobin, Lystsov e Kritsyuk

O foco da operação é a empresa russa DS Investment LLP, do grupo D-Sports. Há um ano esteve na génese na criação da nova SAD do União de Leiria, tornando-se a principal acionista (60%) do clube que miliita no Campeonato Nacional de Seniores. Na presidencia está desde então o empresário e agente desportivo Alexander Tolstikov.

Na base da buscas na SAD do Sporting poderá estar a inscrição no mercado de inverno último do jogador lituano de 19 anos Tomas Rukas, que jogou por empréstimo ao Getafe mas cujo passe pertencia à União de Leiria. No caso do Benfica, os negócios sob investigação terão na origem o empréstimo do guarda-redes Ivan Zlobin, contratado para reforçar no início do ano a equipa B, e na transferência do central Vitali Lystsov, de 20 anos, na época passada, também para integrar a equipa B.

No Sporting de Braga a investigação incidirá no guarda-redes Stanislav Kritsyuk que esteve no clube até janeiro de 2016, altura em se mudou para o FC Krasnodar. Os quatro jogadores são agenciados pela D-Sports. Ao Expresso, o presidente do clube, António Salvador, não confirmou a investida da PJ, referindo que não se encontrava em Braga e apenas sabia o que lera nos sites noticiosos.