Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Nunca os portugueses viajaram tanto

  • 333

António Pedro Ferreira

No ano passado registaram-se mais de 19 milhões de deslocações turísticas. Apesar do aumento das viagens ao estrangeiro, a máxima continua a ser “ir para fora, cá dentro”

É um número recorde. No ano passado, os portugueses realizaram 19,15 milhões de deslocações turísticas, o valor mais alto desde que há registos.

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgados esta segunda-feira, as viagens turísticas, cá dentro e lá fora, subiram 7% face a 2014, depois de três anos de estagnação coincidentes com a crise económica, que forçou os portugueses a ficar mais em casa. Só de 2009 para 2010, o número de deslocações tinha caído 15%.

Visitar familiares e amigos é o principal motivo das viagens, originando 45% das deslocações, seguido de "lazer, recreio e férias" (42%).

Ir para fora cá dentro

Apesar das idas ao estrangeiro terem aumentado 3,4%, em 2015 continuou a imperar o velho slogan "ir para fora cá dentro". As viagens domésticas subiram de forma mais acentuada (5,5%) e representam quase 91% de todas as deslocações. O automóvel é, por isso, o meio de transporte mais representativo, apesar de estar a aumentar o peso das viagens de avião. Só no 4º trimestre do ano passado, os portugueses realizaram quase 445 mil viagens aéreas.

Mais do que o "dolce far niente" das férias ou das visitas a familiares e amigos, é o trabalho que mais leva os portugueses a atravessar fronteiras, motivando a maioria das viagens lá fora. O recurso às agências de viagens está a diminuir e é cada vez mais na internet que os portugueses marcam as deslocações.

A duração das saídas está a aumentar (as viagens que duram quatro e mais noites subiram 15,6% nos últimos meses do ano passado) e, no total, são as mulheres são quem mais viaja (53%).