Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Uma gota de chuva para comer (literalmente)

  • 333

Em Nova Iorque não se fala de outra coisa: o “raindrop cake” anda em todas as bocas

Parece uma gota de chuva, mas não é uma gota de chuva. É transparente, dá ares de gelatina e de cozinha molecular, tem pouquíssimas calorias e tem suscitado a curiosidade de muitos. Ah! E tem vendido como pãezinhos quentes em Nova Iorque. Chamam a esta sobremesa "raindrop cake" (qualquer coisa como "Sobremesa de gota de chuva") e tem sido um sucesso de vendas na feira gastronómica de Smorgasburg, em Brooklyn. Confecionada com água mineral e agar agar, um gelificante feito a partir de algas que tem o mesmo efeito da gelatina, tem de ser comida até meia hora após a sua confeção - sob pena de derreter.

Desenvolvida pelo japonês Darren Wong, de 36 anos, trabalhador sénior de uma agência de marketing digital, a sobremesa tem perto de zero calorias – se a comer sem o xarope de açúcar negro que a acompanha ou a farinha de soja tostada. Filho de um padeiro, Wong cresceu com a comida sempre por perto - e próxima do coração. Inspirou-se num bolo tradicional japonês chamado "Mizu Shingen Mochi" e decidiu experimentar fazer uma variação da sobremesa. "Adoro a cozinha japonesa por causa dos seus ingredientes simples e da sua apresentação espantosa", explicou. "Foi o que me chamou a atenção nesta sobremesa, quando a vi pela primeira vez."

O Raindrop Cake é composto por uma bola de agar agar, xarope de açúcar e farinha de soja tostada

O Raindrop Cake é composto por uma bola de agar agar, xarope de açúcar e farinha de soja tostada

Na sua primeira semana de apresentação ao público, na feira gastronómica de Smorgasburg, Wong esgotou os 700 raindrop cakes que tinha preparado para a ocasião, deixando muitas pessoas por satisfazer. Cada sobremesa foi vendida a 7€ - e Wong garante que a procura superou em muito a oferta.

A frescura da sobremesa, com uma textura diferente do habitual e cuja experiência se assemelha a comer uma gota de chuva, é o que diferencia o raindrop cake. Também servido numa chávena elegante, com a gota ao centro, o xarope de açúcar em volta e a farinha de soja por cima, é um original exercício dos sentidos.