Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Sky vai transmitir em direto através do Facebook Live

  • 333

d.r.

Sem tempo a perder, o grupo televisivo internacional Sky anunciou ter planos para transmitir “uma boa parte dos seus conteúdos” vídeo, tanto informativos como desportivos, através da nova aplicação Facebook Live destinada às transmissões de vídeo em direto

Luís Proença

Lucien Bowater, o diretor da área digital da Sky, fez saber através do blogue da companhia que preveem disponibilizar “uma visão única dos bastidores” de um conjunto de eventos desportivos e de acontecimento informativos através do vídeo live streaming da rede social.

“A plataforma funciona connosco, porque permite às equipas da informação e do desporto ligarem-se aos públicos de forma diferente, oferecendo uma outra perspetiva que de outra forma não seria possível num ambiente de mudanças tão rápidas”, assinala Bowater. “Já fizemos experiências e os resultados são impressivos. Em menos de 24 horas mais de 100 mil pessoas viram exclusivos com Freddie Flintoff e Kumar Sangakkara (jogadores de críquete). E, na informação, um número semelhante de pessoas assistiu a uma reportagem em direto sobre a crise dos imigrantes em Calais”, conclui.

As páginas da Sky News, Sky Sport e Soccer AM no Facebook totalizam 14 milhões de seguidores e registaram 370 milhões de visualizações de vídeo nos três últimos meses, pelo que informa a empresa.

A rede social com maior número de utilizadores disponibilizou a nova funcionalidade globalmente na semana passada, possibilitando que qualquer utilizador com os dispositivos móveis apropriados e o devido acesso à rede possa fazer, assistir e “classificar” transmissões de vídeo em direto. Basta convidar os amigos a assistirem ao “direto”, através dos ‘grupos’ ou ‘eventos’ no Facebook.

Os dispositivos móveis com o sistema operativo iOs passam a integrar novos filtros para os vídeos, bem como a possibilidade de sinalizar e identificar o local a partir de onde estão “live”.
Os testes com o Facebook Live começaram em dezembro passado nos Estados Unidos.

Nesta vertigem do vídeo live streaming através das redes sociais, iniciada há um ano pelo Twitter, com a funcionalidade Periscope, também o YouTube pode estar à beira de entrar na corrida, já no mês que vem. De acordo com a publicação eletrónica VentureBeat, a nova aplicação YouTube Connect permitirá gravar e transmitir em direto, bem como visualizar os conteúdos criados por outros utilizadores. Aparte das partilhas através da app para smartphones e tablets (Android e iOs), o YouTube pretenderá igualmente usar a sua maior montra – o site da plataforma - para mostrar as transmissões de vídeo em direto feitas através do YouTube Connect.

Pelos cálculos da ComScore sobre a audiência de vídeo online através de desktops, o YouTube lidera, com o Facebook na segunda posição. O Twitter tem vindo a crescer, tendo atingido o décimo posto do top no final do ano passado.