Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Terminal de Leixões candidato a prémio de arquitetura

  • 333

Terminal de Cruzeiros de Leixões é candidato ao prémio internacional 'AZAwards'

Lucília Monteiro

Inaugurado no verão passado, o Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões é um dos cinco finalistas ao prémio internacional 'AZAwards', concurso canadiano que distingue todos os anos os melhores projetos de arquitetura e design contemporâneo

Isabel Paulo

Isabel Paulo

Jornalista

O novo Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões, gizado pelo arquiteto Luís Pedro Silva, docente da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto, é até ao momento o projeto preferido do público entre os cinco finalistas concorrentes ao prémio internacional “AZAwards”.

Selecionado entre 826 projetos de mais de 50 países, o terminal de cruzeiros, inaugurado em julho de 2015, está nomeado na categoria de “Arquitetura - Edifícios Comerciais ou Institucionais com mais de 1.000m2”, no concurso lançado desde 2011 pela AZURE, revista canadiana de arquitetura e design que todos os anos distingue o que de melhor se constrói no mundo em 18 categorias diferentes.

Na fase seguinte do “AZAawards”, a decorrer até 6 de maio no site “People's Choice”, a escolha dos projetos é da inteira responsabilidade do público, sendo o vencedor conhecido a 17 de junho numa gala a decorrer no Evergreen Brick Works, em Toronto. Os outros quatro finalistas são o “Harbin Opera House”, na China, o “The Waterhouse at South Bund”, em Xangai, e “Vegas Atlas Congress Center” e “Stanford Central Energy facility”, nos EUA.

Lucília Monteiro

O edifício da estação de passageiros afirma-se na paisagem da marginal de Matosinhos pela sua forma curvilínea que se ergue em espiral, assemelhando-se ao longe a uma enorme rosa branca. O intervenção do Porto de Leixões de Luís Pedro Nunes abrange uma área de 5 hectares de espaço público e 20.000m2 de construção, distribuída por 8 pisos que albergam, além do terminal de passageiros, o Parque de Ciência e Tecnologia do Mar da Universidade do Porto.

O edifício acolhe ainda a galeria de divulgação científica, um auditório e um aquário com animais e algas, além de um bar-restaurante. O Terminal de Cruzeiros de Leixões, construído a 700 metros da costa, foi em 2015 um dos três candidatos finalistas ao prémio “Seatrade Cruise Awards”, na categoria de “Melhor Porto do Ano”, em competição com o Porto de São Francisco, nos EUA, e o Porto de Amesterdão. O Porto holandês foi o vencedor do prémio mundial que anualmente distingue o terminal que mais se destaca pelo investimento realizado no setor dos cruzeiros.

No caso do “AzAwards”, a beleza é fundamental.