Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Funcionários das Finanças detidos por suspeita de corrupção

  • 333

Buscas realizadas em cerca de cem repartições de Finanças e casas particulares, no âmbito de uma megaoperação da PJ e do Ministério Público, levaram à detenção de mais de uma dezena de pessoas por suspeita de corrupção

Rui Gustavo

Rui Gustavo

Editor de Sociedade

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

Mais de uma dezena de pessoas foram já detidas esta manhã no âmbito de uma megaoperação desencadeada pela Polícia Judiciária e pelo Ministério Público, por suspeitas de corrupção ativa e passiva, confirmou o Expresso junto de fonte oficial.

Em comunicado emitido mais tarde, a Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou a operação e revelou que houve mais de uma dezena de detenções.

"Neste processo investigam-se factos susceptíveis de integrarem crimes de corrupção passiva e ativa, nele figurando como suspeitos técnicos de administração tributária, inspetores tributários, chefes de finanças, um diretor de serviços da Autoridade Tributária, um diretor de finanças adjunto, um membro do Centro de Estudos Fiscais e Aduaneiros, advogados, técnicos oficiais de contas e empresários", diz a PGR.

Em causa estão alegadas ligações que terão sido estabelecidas entre alguns suspeitos, funcionários da Autoridade Tributária, e técnicos oficiais de contas, advogados, empresários, outros prestadores de serviços na área tributária e contribuintes "que se mostrassem dispostos a pagar quantias monetárias ou outros proventos para que lhes fosse fornecida informação fiscal, bancária ou patrimonial de terceiros e consultadoria fiscal".

Assim, investigam-se suspeitas da prática, por parte de trabalhadores da Autoridade Tributária, de atos violadores dos respetivos deveres funcionais, a troco de dinheiro ou de outros bens, tal como o Expresso já tinha avançado ao início desta manhã.

Na megaoperação estão envolvidos seis magistrados do Ministério Público, quatro magistrados judiciais e mais de 200 elementos da Polícia Judiciária.