Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Proteção Civil alerta população para chuva, queda de neve e vento forte

  • 333

Tiago Miranda

No aviso à população sobre as medidas preventivas, a Proteção Civil refere que devem ser adotados os comportamentos adequados, sobretudo nas zonas historicamente mais vulneráveis

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) emitiu esta tarde um aviso à população devido ao previsível agravamento das condições do estado do tempo para os próximos dias, com chuva, queda de neve e vento forte.

O aviso à população da ANPC surge após o contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que prevê aguaceiros pontualmente fortes, podendo ser de granizo e acompanhados de trovoada, durante esta segunda-feira nas regiões do Centro e Sul e na terça-feira no Norte.

A Proteção Civil adianta que o IPMA prevê também vento forte no litoral e terras altas, com rajadas na ordem dos 70 e 90 km/h, respetivamente, e queda de neve acima dos 1000 e 1400 metros nas regiões do Norte e Centro.

A ANPC refere que, para terça-feira, "não se excluiu eventuais fenómenos extremos de vento" a acompanhar o agravamento da instabilidade.

Tendo em conta as condições meteorológicas, a ANPC alerta para o condicionamento ou encerramento de vias de circulação devido à queda de neve, piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água e de gelo, possibilidade de queda de ramos ou árvores em virtude de vento mais forte e possíveis acidentes na orla costeira.

No aviso à população sobre as medidas preventivas, a Proteção Civil refere que devem ser adotados os comportamentos adequados, sobretudo nas zonas historicamente mais vulneráveis.

Nesse sentido, a ANPC recomenda a adoção de uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de lençóis de água e de gelo nas vias rodoviárias, e transporte e colocação de correntes de neve nas viaturas sempre que se circular em áreas atingidas pela queda de neve.

A ANPC aconselha ainda a garantir uma adequada fixação de estruturas que possam estar soltas e ter especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, prestando atenção para a possibilidade de queda de ramos ou árvores em virtude de vento mais forte, além de cuidados especiais ao circular junto à orla costeira, evitando a prática de atividades relacionadas com o mar.