Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

#Moovit. Farto de esperar nos transportes públicos? Esta app é para si

  • 333

Acordar, sair casa, entrar no comboio ou no metro. Depois, até chegar ao trabalho, apanhar um autocarro, talvez dois. Para milhões de pessoas em todo o mundo, o ritual repete-se de manhã e ao final do dia, pelo menos cinco dias por semana. Horas perdidas numa lengalenga sem fim. Um pesadelo. As vezes piora: uma greve, um acidente que complica o trânsito, um problema qualquer na linha férrea. Quem anda de transportes públicos já conhece o filme.

A pensar nesses utentes, uma empresa israelita lançou a Moovit, uma aplicação de transporte público que chegou oficialmente esta semana a Lisboa, Porto, Coimbra e Funchal, depois de mais de um ano a ser testada em versão beta. O objetivo é simples: ajudar os utilizadores a chegar mais depressa ao seu destino. Como? A app, gratuita, combina dados de tráfego (dos operadores de transportes públicos e das autoridades) com informações em tempo real fornecidas para uma comunidade de editores voluntários (mais de 640 em Lisboa e quase uma centena no Porto), que ajudam a manter os dados o mais atualizados possíveis.

São estes editores que vão enviando informações sobre as suas viagens – incluindo possíveis congestionamentos, mudanças nos serviços ou cancelamentos nas redes de autocarro, metro e comboio – que, de imediato, ficam disponíveis para outros utilizadores. Desta forma, estes podem ter uma maior precisão nas estimativas dos tempos de chegada dos transportes, avaliar o impacto que eventuais alterações podem ter nas rotas e planear melhor os percursos, se necessário optando por uma rota mais rápida e mais confortável.

Lançada em 2012 em Telavive, a Moovit está disponível para sistemas iOS e Android e é já usada por mais de 35 milhões de utilizadores (125 mil dos quais portugueses) em mais de 800 cidades de 60 países.