Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Esticar a rede Wi-Fi

  • 333

d.r.

As redes Wi-Fi já fazem parte mobília, mas nem sempre têm o alcance ou o desempenho desejados. Felizmente, há soluções para tornar a Internet mais rápida e disponível em toda a casa

As redes Wi-Fi e o acesso à Internet em banda larga passaram de um luxo a uma necessidade para uma boa parte das casas portuguesas. Mas, ao contrário da água ou da eletricidade, muitas vezes o Wi-Fi não chega para cobrir a casa toda, pelo menos não em condições que permitam uma boa velocidade de acesso à Internet. Comecemos pelo óbvio: regra geral, os routers Wi-Fi (os aparelhos que distribuem o acesso à Net) fornecidos pelos operadores estão longe de poderem ser considerados de alto desempenho. Por outras palavras, de que serve ter um acesso em fibra de 100 Mbps (megabits por segundo) se o Wi-Fi não passa dos 30 Mbps? A solução passa por alterar o router do operador ou instalar um complemento, um novo ponto de acesso Wi-Fi (Acess Point) com wireless mais poderoso.

Faça você mesmo

Mas antes de dar este passo, que exige investimento, há algumas técnicas que pode tentar para resolver ou, pelo menos, minorar o problema.

Comece por tentar mudar o router Wi-Fi de sítio, sobretudo se existirem outros aparelhos (e cabos) nas redondezas. Evite que o router fique no fundo de um móvel com prateleiras ou outros obstáculos em redor. Normalmente a instalação do router (ligações) impede esta mudança mas, por vezes, alterar a posição em apenas alguns centímetros tem um grande efeito sobre a qualidade do sinal wireless. Se possível, faça o mesmo com o computador onde está a ter problemas de acesso à rede. Em routers e computadores com antenas, experimente também mudar a posição da antena. Em PC de secretária, muitas vezes a placa Wi-Fi está na parte traseira da máquina e isolada por barreiras como móveis ou paredes. Se possível, tente colocar a antena Wi-Fi numa zona mais livre. Em dispositivos Wi-Fi ligados por USB (“pens”), experimente mudar o aparelho para uma porta USB frontal ou use um cabo extensor USB, que se encontra facilmente em lojas de eletrónica, para, por exemplo, colocar o dispositivo sobre a secretária. Muitas placas Wi-Fi permitem substituir as antenas por outras mais eficientes – consulte o site do fabricante ou o manual do dispositivo.

Há muitos fatores que afetam as redes Wi-Fi, desde os campos eletromagnéticos provocados por aparelhos elétricos até à interferência de outros sistemas que usam frequências similares. A proliferação de redes Wi-Fi acaba por ser a causa mais frequente destas interferências. Felizmente, os routers permitem normalmente mudar o canal de transmissão de dados. Muitos incluem uma função automática eficiente, que opta por usar um canal menos saturado, mas o melhor é experimentar vários canais até conseguir aquele que permite que o Wi-Fi funcione melhor (um canal que não seja utilizado pelos vizinhos). Esta operação pode levantar algumas dificuldades para os utilizadores sem conhecimentos, mas o manual do router, as páginas de informação dos operadores ou a assistência telefónica podem dar uma ajuda.

Melhorar a rede

Se estas técnicas não forem suficientes e/ou se procura um sinal mais forte, há aparelhos do mercado para expandir e melhorar a rede. No global podem dividir-se em dois tipos: os sistemas PowerLine, que permite usam a rede elétrica da casa para transferir dados, e os repetidores de sinal wireless, que, como o nome indica amplificam o sinal Wi-Fi original.

No entanto, muitos destes aparelhos são de instalação complicada ou não têm resultados que justifiquem o investimento. Por isso escolhemos dois dos melhores exemplares desta tecnologia, que permitem, de facto, melhorar a rede tanto em termos de alcance como em termos de desempenho.

Aproveitar todos os “megas”

O Asus RP-AC68U inclui todas as tecnologias Wi-Fi mais recentes. Na prática, podemos ligar este aparelho através do cabo de rede fornecido ao router e ter Wi-Fi de alto débito e de grande alcance, capaz de aproveitar as potencialidades tecnológicas disponíveis nos portáteis, tablets e smartphones mais modernos. Na verdade, este aparelho oferece ligações Wi-Fi na ordem das centenas de megabits por segundo, o que significa que a velocidade à Internet pode aumentar muito para quem tem uma ligação de banda muito larga porque o Wi-Fi deixa de ser o “funil” da rede doméstica.

Outra das funcionalidades mais importantes deste aparelho está na funcionalidade de repetidor. Neste caso, o Asus RP-AC68U fica ligado ao router do operador por Wi-Fi para aumentar muito o alcance. Inclui uma tecnologia que permite redistribuir o sinal numa frequência (as ondas de rádio usadas pelo Wi-Fi) diferente daquela que usa para comunicar com o router, o que permite ultrapassar o principal problema dos repetidores comuns – na melhor das hipóteses podem apenas oferecer metade da largura de banda original. Se, por exemplo, este Asus estiver ligado ao router através da frequência de 5 GHz e usar os 2,4 GHz para os clientes (portáteis, tablets, etc), não há perda de largura de banda. Os resultados são, de facto, excecionais nesta situação, permitindo aumentar muito o alcance sem perda de desempenho.

Simples e eficiente

A alternativa PowerLine tem, regra geral, a vantagem da eficiência e simplicidade. É o caso do kit dLAN 550 WiFi Starter da Devolo. Liga-se o dispositivo maior ao router, via cabo, e o coloca-se o mais pequeno na zona da casa onde queremos criar um segundo ponto de acesso Wi-Fi. Tudo é automático. A inclusão de uma tomada de by-pass do adaptador base e o facto de este sistema usar, quando disponível, o circuito terra das tomadas elétricas permitem resolver boa parte dos problemas criados por interferências na rede elétrica. Mas não todos. No nosso teste verificámos que este continua a ser um problema real. Por exemplo, ao ligarmos o adaptador com Wi-Fi num circuito onde também funcionavam máquinas de uma cozinha, a velocidade baixou drasticamente para 20 a 40 Mbps. Por outro lado, ao ligar num circuito diferente, num quarto, foi possível manter ligações estáveis acima dos 200 Mbps.

Qual escolher?

Para boa parte dos utilizadores, a solução PowerLine é mais apelativa. Uma forma simples de criar uma segunda rede Wi-Fi e/ou prolongar a rede cabo. É daqueles casos em que praticamente só temos de ligar os aparelhos e começar a usar. Não tem o problema dos repetidores comuns em termos de perda da largura de banda, o que significa que consegue bons resultados sem ser necessário mudar o router do operador.
Por outro lado, o Asus RP-AC68U tem uma instalação um pouco mais difícil, mas é ideal para quem procura o máximo desempenho da rede, tem muitos dispositivos Wi-Fi e já usa ou pretende usar um router de grande desempenho.

CARACTERÍSTICAS

Designação: Devolo dLAN 550 WiFi Starter kit

Preço: €99
Representante: www.devolo.com/pt
Adaptador PowerLine com tomada bypass, 2x LAN (portas de rede)
Adaptador PowerLine AP Wi-Fi, 1x LAN
Ligação até 500 Mbps entre adaptadores
Wi-Fi até 300 Mbps

Designação: Asus RP-AC68U

Preço: €169,99
Representante: www.asus.com/pt/devolo.com/pt
Wi-Fi AC, 2,4 e 5 GHz (600 Mbps)
porta USB 3.0 acessível na rede
5x LAN 1 Gbps
Repetidor híbrido entre frequências
Roaming Assist