Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Pouco aparato policial em fronteiras portuguesas

  • 333

Depois dos atentados em Bruxelas que mataram 31 pessoas, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras português elevou os níveis de segurança. Contudo, isto não significou o aumento do policiamento nas fronteiras. Na do Guadiana, por exemplo, só é visível a fiscalização da concessionária da A22 devido às portagens. Em Vilar Formoso também não há aparato policial