Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Portugal reforça segurança nos aeroportos

  • 333

Aeroporto de Lisboa

Tiago Miranda

O grau de ameaça de possíveis atentados em Portugal não vai ser alterado, mantendo-se em nível “moderado”. Contudo, por decisão do Sistema de Segurança Interna foi decidido “reforçar a vigilância e a segurança em áreas e locais de maior concentração de pessoas”

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

Helena Fazenda, secretária-geral do Sistema de Segurança Interna, ordenou o reforço da vigilância e segurança em áreas e locais de maior concentração de pessoas, nomeadamente aeroportos, na sequência dos atentados verificados esta manhã em Bruxelas e que fizeram até ao momento 26 mortos.

Em comunicado enviado às redações, dá-se conta de que "todas as Forças e Serviços de Segurança que integram a Unidade de Coordenação Antiterrorismo estão a trabalhar em completa articulação e a acompanhar os acontecimentos que estão a ocorrer em Bruxelas, mantendo contacto com as suas congéneres e recolhendo todos os dados necessários à sua avaliação."

A nota dá conta de que "Portugal não alterou o grau de ameaça, mantendo-se moderado. Contudo, as Forças e Serviços de Segurança reforçaram a vigilância e a segurança em áreas e locais de maior concentração de pessoas."