Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Polícia Judiciária e serviços de segurança em reunião de emergência

  • 333

As forças de segurança portuguesas estão neste momento reunidas para discutir o que fazer, poucas horas depois dos atentados em Bruxelas

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

Os principais responsáveis da Polícia Judiciária, SIS, SIED e outras forças de segurança estão reunidos em Lisboa. O objetivo é o de preprarar estratégias de segurança depois dos atentados em Bruxelas.

A reunião estava marcada inicialmente com o objetivo de discutir o Relatório Anual de Segurança Interna (RASI) de 2015. O documento está finalizado e prestes a ser revelado pelo Governo. Mas os atentados levaram à alteração da agenda.

Até ao momento não houve mudança no nível de segurança interno, mas tudo poderá mudar consoante os próximos acontecimentos na capital belga.

Várias fontes contactadas referem que também não houve alterações no reforço da segurança de zonas sensíveis como aeroportos, embaixadas, grandes centros comerciais ou hóteis. Mas a medida está longe de ser definitiva.

"As autoridades estão a acompanhar muito atentamente o que se passa na Bélgica", refere um alto responsável ligado à segurança ao Expresso.