Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

O som do CR7

  • 333

d.r.

Cristiano Ronaldo é um dos melhores jogadores de futebol do mundo, mas é mais do que isso. É uma marca internacional que encontramos associada aos mais variados produtos e segmentos. Agora, é a vez do áudio. CR7 associou-se à Monster para lançar uma linha de auscultadores

São duas marcas que marcam as suas áreas de atividade: o CR7 no futebol e a Monster no áudio. Marcas que se juntaram para criar auscultadores. Já chegaram os dois primeiros modelos ao mercado, um sistema com auscultadores maiores e mais vistosos e outros com auscultadores do tipo in-ear. Ouvimos ambos com toda a atenção para ver se detetávamos o brilhantismo de Cristiano Ronaldo.

Grandes por fora

Os Black Platinum Over-Ear são (como o nome indica) auscultadores grandes onde o tom dourado marca presença. A escolha da cor pode não ser do agrado de todos e, parece-nos, terá sido escolhida para dar um aspeto premium ao dispositivo. Ficamos na dúvida se resultará com todos os utilizadores e, infelizmente, não existe qualquer cor alternativa.

Ao contrário do que acontece em alguns sistemas semelhantes, estes auscultadores não nos aqueceram muito as orelhas e, apesar de não serem leves, conseguimos usá-los durante longos períodos de forma muito confortável – muito devido à possibilidade de os podermos ajustar em largura. É simpática a opção de podermos ligar o cabo em qualquer um dos auscultadores (esquerdo ou direito) e destacamos a oferta de um cabo onde existe um microfone para que se possa interagir com as chamadas telefónicas.

A qualidade de som é boa, mas se estes headphones fossem jogadores de futebol, certamente não fariam sombra a CR7. Passamos a explicar. A ouvir serviços de streaming como Spotify ou Meo Music, estes Monster mostraram um som dinâmico, quente e ajustado à definição disponível. No entanto, quando passámos para os ficheiros de alta resolução sentimos a falta de “peso”. De graves, entenda-se. O mais surpreendente é que os médios estavam bem representados. É preciso destacar que, apesar de não terem cancelamento de ruído, estes fones isolam bem (devido às generosas almofadas e ao material usado) o som exterior. Moral da história: ficamos com um sistema que toca bem, mas para ostentar a marca do Cristiano Ronaldo, esperávamos melhor.

Menos vistosos

O sentimento é partilhado com os outros Monster aqui testados. Os in-ear são um pouco maiores do que antecipávamos e algo “plastiqueiros”. A necessidade de incluir a porta MicroUSB (que permite o carregamento da bateria do dispositivo) terá forçado os engenheiros da Monster a aumentar o invólucro que está junto a cada coluna. Aqui encontramos os mesmos tons de dourado e, no fio, comandos para interagir com as músicas e com as chamadas. São fornecidos vários adaptadores para os fones, incluindo uns desportivos que permitem andar, saltar e correr sem nos preocuparmos que o dispositivo caia.

A qualidade de som é mediana. O volume não é muito alto (o que é compreensível sendo um sistema para colocar “dentro” do ouvido), mas o som parece-nos muito embrulhado. Ou seja, pouco definido. Esperávamos uma melhor harmonia entre as frequências, mas estes são uns fones interessantes para quem gosta de praticar desporto sem abdicar de música ambiente.

MODELOS E PREÇOS

Designação: Roc Sport Black Platinum Over-Ear
Preço: €299

Designação: Roc Sport SuperSlim Wireless In-Ear
Preço: €169,95