Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

PGR está a avaliar lista de 22 mil nomes ligada ao Daesh

  • 333

Autoridades terão tido acesso a mais de 22 mil impressos que os candidatos a combatentes do Daesh teriam de preencher para serem aceites e contêm informação sobre cidadãos de 51 países

Lusa (texto) SIC Notícias (vídeo)

A procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal, disse esta quinta-feira, no Porto, que a lista com dados de 22 mil elementos ligados ao Daesh está a ser avaliada. "Esses dados estão a ser avaliados no âmbito dos processos que já existem sobre essa matéria", disse Joana Marques Vidal, à margem da conferência "Arte e Cidadania - Diálogos em Contexto Prisional".

A procuradora-geral da República realça que a cooperação internacional no combate ao terrorismo é "profícua e constante". E sustentou: "Em Portugal, existem entidades que têm como responsabilidades o combate ao terrorismo, que atuam em coordenação entre si e que, como é claro, têm uma relação com as autoridades com as mesmas responsabilidades noutros países europeus, sendo essa cooperação fundamental".

Questionada pelos jornalistas sobre se a preocupa que a lista tenha potenciais alvos portugueses, Joana Marques Vidal vincou que o que a preocupa é o terrorismo.

A televisão britânica Sky News revelou ter recebido das mãos de um jiadista arrependido milhares de documentos do Daesh com os nomes de milhares de combatentes, incluindo contactos telefónicos ativos e moradas. Segundo a estação televisiva, a documentação recebida contém nomes de cidadãos de pelo menos 51 nacionalidades diferentes que se juntaram ao grupo extremista.