Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Governo de António Costa fez quase mil nomeações em 100 dias

  • 333

JULIEN WARNAND

No espaço de poucos meses, esta é a segunda vez que o número de nomeações de um Governo volta a ser notícia. Em novembro, no dia em que António Costa foi chamado por Cavaco Silva a formar equipa, a coligação PSD/CDS nomeou 100 pessoas

Se fizermos a média, são quase 10 nomeações por dia. Segundo as contas apresentadas esta segunda-feira pelo jornal "i", o Executivo de António Costa fez 994 nomeações em 100 dias de Governo. Mas este número, que tem por base todos os despachos publicados em "Diário da República", ainda pode ser maior. Só para gabinetes ministeriais foram 859 nomeações. Por comparação, o Governo de Passos Coelho nomeou 750 em sete meses.

O "i" alerta que este número pode pecar por defeito: existem gabinetes cujas nomeações ainda não foram publicadas, como é exemplo o caso do novo diretor do CCB Elísio Summavielle. Contudo, é importante notar que algumas destas nomeações provêm de concursos lançados ainda pelo anterior Governo.

Só Azeredo Lopes, ministro da Defesa, é responsável por 32 nomeações. Mas outros membros do Governo não ficam muito atrás. Mário Centeno já leva 27 e António Costa conta com 26. Em assessores e consultores, estamos a falar de 177 nomeações.

Tendo por base as contas do “i”, o Governo de António Costa prepara-se para ser o quarto maior de sempre, só ultrapassado pelo de Durão Barroso e os dois de José Sócrates. Esta é a principal razão pela qual as despesas dos gabinetes do Executivo de António Costa subiram para 58,2 milhões de euros este ano, mais 6,7 milhões de que em 2015, escreve o matutino.

No espaço de poucos meses, esta é a segunda vez que o número de nomeações de um Governo volta a ser notícia. Em novembro, no dia em que António Costa foi chamado por Cavaco Silva a formar equipa, a coligação PSD/CDS anunciou a nomeação de 100 pessoas em "Diário da República". Estas, devido à chegada ao poder do novo Executivo, nunca se chegaram a concretizar.