Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Dois homens morrem soterrados em silo de farinha em Almada

  • 333

As vítimas, de 37 e 59 anos, encontravam-se a trabalhar no momento do incidente. Fonte da GNR indicou que os dois homens terão morrido asfixiados em farinha

Dois homens morreram este sábado soterrados no interior de um silo da refinaria de sementes e cereais Tagol, no Pragal (Almada), que pertence à empresa Sovena.

As vítimas, de 37 e 59 anos, encontravam-se a trabalhar no momento do incidente. Um dos homens trabalhava na Sovena e o outro era colaborador externo. Segundo a Lusa, que cita uma fonte da GNR, os dois terão morrido asfixiados em farinha.

Uma fonte oficial da empresa disse à Lusa que o acidente ocorreu quando se iniciavam os trabalhos de limpeza do silo, "uma tarefa habitual e frequente na atividade daquela unidade fabril". Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal, o silo em causa tem cerca de 30 metros de altura e continha dois metros de farinha.

A empresa (localizada em Palença de Baixo, Monte da Caparica) refere que foi "aberto de imediato um inquérito interno com vista a esclarecer as razões da ocorrência", e que logo após o acidente contactou as autoridades, estando a colaborar no sentido de se apurarem as causas do incidente.

"A Sovena apresenta desde já a sua solidariedade para com as famílias e está disponível para prestar o apoio necessário em resultado desta trágica ocorrência", acrescentou a fonte.

Segundo os bombeiros da Trafaria e o Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal, o alerta do incidente foi dado às autoridades pelas 16h30.

No local estiveram cinco veículos dos bombeiros da Trafaria, com 15 homens, viatura médica de emergência e reanimação do Hospital de Santa Maria, e GNR da Trafaria.