Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Os óscares não se livram dos problemas raciais: agora é uma piada de Chris Rock sobre asiáticos

  • 333

MARK RALSTON/GETTY IMAGES

Em causa está o momento em que surgiram três crianças asiáticas, vestidas com fatos e apresentadas como contabilistas

Embora elogiado pela forma como lidou com a ausência de artistas negros entre os nomeados, o comediante Chris Rock, anfitrião na cerimónia de entrega dos óscares 2016, não agradou a todos e está a ser particularmente criticado por uma piada que fez à custa de americanos de origem asiática.

Vários ativistas vieram a público acusar o apresentador de perpetuar estereótipos raciais. Em causa está o momento em que surgiram três crianças asiáticas, vestidas com fatos e apresentadas como contabilistas, numa alusão ao facto de os asiáticos serem geralmente vistos como bons a matemática. Uma das crianças foi também apresentada com um apelido judeu.

Para piorar, Chris Rock ainda acrescentou, em palco: “Se alguém fiocu chateado com esta piada, basta tuitar sobre isso no seu telemóvel, que também foi feito por estas crianças". Para os críticos, outra piada de mau gosto, que reflete outro estereótipo, sobre o trabalho infantil na Ásia.

A atriz Constance Wu foi uma das personalidades a manifestar-se, considerando as piadas “racistas” e “redutoras”, uma “antítese do progresso”.

Sobre as críticas, Chris Rock optou por não fazer comentários, opção assumida também pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que até ao momento não se pronunciou sobre o assunto.