Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Viseu e Coimbra foram os distritos mais afetados pelo mau tempo

  • 333

PAULO NOVAIS/Lusa

A Proteção Civil registou desde as 6h um total de 239 pedidos de auxílio devido às condições metereológicas adversas

O mau tempo causou 239 ocorrências, principalmente deslizamentos de terra, quedas de árvores e inundações, afetando mais os distritos de Viseu e Coimbra, e no norte estão cortadas várias estradas devido à neve, segundo a proteção civil.

"Desde as 06:00 de sexta-feira, registamos um total de 239 ocorrências relacionadas com as condições meteorológicas adversas, mas sem gravidade", disse este sábado à agência Lusa fonte da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC).

Os distritos mais afetados são Viseu, com 37 situações, Coimbra com 34, Porto com 31, Aveiro com 21 e Lisboa com 20, referiu a fonte da ANPC, acrescentando que se trata de "situações normais nestas condições meteorológicas".

O acesso à Serra da Estrela está encerrado.

Na lista de ligações rodoviárias cortadas devido à neve está a estrada nacional 321 em Cinfães, a 230 em Tondela e a 351 em Oleiros, enquanto a autoestrada na região de Ventosa e Vouzela ficou condicionada.

Quanto à queda de granizo verificada nas primeiras horas da manhã, na zona de Lisboa, nomeadamente no concelho de Sintra, a fonte da ANPC disse não haver registo de qualquer situação.