Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

ANAC. “Vamos reunir com Fernando Pinto para avaliar a situação da TAP”

  • 333

Marcos Borga

Presidente da TAP e a equipa reguladora da Autoridade Nacional da Aviação Civil reúnem-se esta tarde. O Expresso confirmou que será debatida a situação da companhia e os atos de gestão que a empresa pode realizar nos próximos três meses

Fernando Pinto, presidente da TAP, vai manter esta tarde uma reunião com a equipa da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC), liderada por Luís Ribeiro, confirmou ao Expresso o regulador. "Será uma reunião de trabalho normal, que decorre da avaliação que a ANAC tem feito sobre a situação da TAP", esclareceu Luís Ribeiro, confirmando a notícia avançada pela TVI24.

O regulador tem vindo a solicitar informações complementares que esclareçam o tipo de empréstimo - de 120 milhões de euros - com que a TAP contará no âmbito do seu plano de recapitalização.

Na sexta-feira passada, a ANAC anunciou novas dúvidas sobre o modelo que o anterior Governo de Pedro Passos Coelho desenhou para privatização da TAP.

Em questão está novamente a dúvida sobre quem lidera a companhia aérea. No mesmo dia, Pedro Marques, ministro do Planeamento e das Infraestruturas, reagiu dizendo que a decisão da ANAC mostra que a privatização "à pressa" feita pelo anterior Governo estava errada.

Esse chumbo pode dever-se à eventualidade da ANAC ter identificado uma série de riscos importantes que têm de ser analisados, mas que são anulados pelo novo memorando de entendimento assinado entre o novo Governo e os privados, explicou Pedro Marques.

"Vai agora ser necessário analisar em que medida podemos avançar com esta nova fase", acrescentou o ministro, referindo que "se não tivessemos conseguido concluir esta alteração, a incerteza era muito maior".

Na reunião que decorrerá entre a ANAC e Fernando Pinto estarão presentes as equipas juridicas que têm assessorado as várias partes envolvidas no processo de privatização da TAP, entre as quais os advogados do escritório Cuatrecasas.

Contactado pelo Expresso, Fernando Pinto não quis prestar declarações sobre o assunto.

  • Passos Coelho desafia Governo a clarificar a sua posição na TAP

    O presidente do PSD quer saber “quem vai decidir” o futuro da transportadora aérea portuguesa e deixou ao Governo socialista um repto. Passos Coelho afirmou ainda que nas concessões de transportes de Lisboa e do Porto não há ilegalidades, mas que está a ser feita uma “faslificação da realidade”

  • ANAC chumba modelo que Passos desenhou para a privatização da TAP

    Autoridade Nacional da Aviação Civil bloqueou a operação de privatização que lhe foi comunicada pelo anterior Governo. E impôs limitações à administração da empresa por um período de três meses. Governo de Costa reage: privatização decidida por Passos foi feita “à pressa”