Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Tirar a senha para as Finanças enquanto tomo o pequeno almoço em casa?

  • 333

d.r.

Uma aplicação para telemóvel permite escolher qualquer serviço público, ver qual a Loja do Cidadão a que lhe dá mais jeito ir, tirar uma senha, verificar quantas pessoas tem à frente e ir tratar do assunto quando estiver quase na sua vez

Pedro Andersson/SIC

Sim, já o fiz. Quem diz Finanças diz qualquer serviço público prestado numa Loja do Cidadão. Há uma aplicação para telemóvel, chamada Mapa do Cidadão, que já permite fazer isso. Instalando a app e tendo ligação à internet, basta-lhe escolher no mapa a Loja do Cidadão mais perto de si e pesquisando o serviço (ou serviços) que precisa, pode saber em tempo real quantas pessoas tem à sua frente, qual é o tempo estimado de espera, e nesse instante pode pedir uma senha que ficará guardada no seu telemóvel. Chegando à Loja do Cidadão, basta-lhe apenas mostrar a senha digital quando chegar a sua vez para ser atendido.

Não há o perigo de haver duas senhas iguais (digital e em papel) porque os dois sistemas estão interligados. Pode calmamente esperar no café ou tirar a senha digital durante o almoço e só ir tratar do Cartão do Cidadão, da Carta de Condução ou do IRS quando faltarem 2 ou 3 números para a sua vez.

Esta aplicação já me foi útil 2 ou 3 vezes. Não é uma coisa que se use todos os dias, obviamente. Mas para mim é importante saber que quando precisar, não terei de passar pelo calvário de ir à Loja do Cidadão e chegar lá e ter de voltar para trás porque tenho 50 pessoas à frente. Isso nunca voltou a acontecer-me.

Tirar as senhas a partir do telemóvel já funciona em todas as Lojas do Cidadão do país. Mas mesmo sem tirar a senha, a app pode ser muito útil noutras situações. Por exemplo, basta perguntar onde fica o sítio mais perto do local onde está para tratar do assunto que pesquisar e a app diz-lhe logo e até o leva lá por GPS. Diz-lhe também que documentos precisa de levar e quanto vai custar. Assim, nunca mais terá de voltar lá por faltar uma fotografia tipo passe e não sabia...

Pode ver NESTA reportagem do Contas-poupança (SIC, quartas-feiras) como funciona a aplicação. Na altura em que o programa foi emitido a aplicação ainda estava em fase de testes, apenas em 3 Lojas do Cidadão do país. Agora já funciona em todas.

Há pessoas que criticam este novo serviço, dizendo que quem tem posses para ter um telemóvel com internet poder passar à frente dos outros. Mas não: ninguém passa à frente de ninguém. Cada um é atendido na sua vez. Aliás, o sistema permite até gerir melhor os tempos de espera. Se eu souber que tenho 30 pessoas à minha frente, não vou lá atrasar os outros que chegarem depois de mim. Irei num período em que esteja lá menos gente. Mas admito que nem todos concordem com este argumento. Seja como for, estou a favor de tudo o que venha melhorar a nossa relação de cidadãos com as instituições públicas.

Também há coisas boas a surgir no Estado. Vamos aproveitá-las.

Pode seguir estas e outras dicas AQUI